O FANTASMA DE ALAGOAS...

A Agremiação Sportiva Arapiraquense, mais conhecida como ASA de Arapiraca, foi fundada no dia 25 de setembro de 1952 e é o único representante da cidade de Arapiraca, situada no interior do estado de Alagoas. É um clube que usa as cores alvinegras e que manda seus jogos no estádio Coaracy da Mata Fonseca, popularmente conhecido como Fumeirão, possui como títulos a Copa de Alagipe (2005) e 7 campeonatos Alagoanos (1953 , 2000, 2001, 2003, 2005, 2009, 2011), seu mascote e apelido é o “Fantasma”, historicamente o ASA tem como seu rival o CSE, time da cidade de Palmeira dos Índios/AL.


C:\Users\Usuário\Desktop\criativa personalizados\melhor qualidade.png

Fonte: Página Oficial do ASA


 

O ASA que era um time acanhado, com pouca visibilidade, passou a ter reconhecimento no cenário nacional, ganhou espaço em competições como a série B do Brasileirão (representando Alagoas por um período de 4 anos seguidos), série C (sendo vice campeão em 2009, empatando por 2x2 contra o Rio Branco, na batalha do Acre), Copa do Nordeste (vice campeão em 2013) e Copa do Brasil.


https://www3.alagoas24horas.com.br/wp-content/uploads/2009/08/2ccb03afee0140c8a2b3a3c90cd669d4_asa1.jpg         

Fonte: Alagoas 24 horas

 

O apelido de Fantasma não surgiu por acaso e nem é em vão, o ASA sempre assombrou adversários tidos como favoritos, e não foi diferente contra o Palmeiras em 2002, pela Copa do Brasil, quando o eliminou em pleno Parque Antártica.

Atualmente ocupamos o 43º lugar no ranking nacional dos clubes, ficando apenas atrás do CRB em Alagoas. Em 2016 vivemos momentos complicados (financeiramente falando), e até foi cogitado não participar do Brasileirão da série C... Mas como GIGANTE que é, fez um belíssimo campeonato, com bastante garra e determinação chegando as Quartas de Final, jogou contra o Guarani de Campinas, ganhando o primeiro jogo por 3x1 na cidade de Arapiraca, mas infelizmente deixou escapar o sonho do acesso em Campinas, quando perdeu o jogo pelo placar de 3x0.

Em 2017 o elenco vem se reforçando e trabalhando incansavelmente para conquistar o 8º titulo Alagoano.

Esse é uma pequena parte da trajetória de um time que nunca se deixou abater, independente de série ou situação financeira, essa é a história do “Fantasma das Alagoas”.

Texto de Arielly Soares, torcedora do ASA de coração!