O HERÓI DA NOITE TEM NOME: COMEÇA COM ALEX E TERMINA COM MURALHA

Em noite inspirada do goleiro alviverde, Toledo e Coritiba ficam no empate em 1x1.

 

Foto: Coritiba Oficial

 

Neste sábado, 29 de fevereiro (data que ocorre a cada 4 anos), Coritiba e Toledo se enfrentaram no estádio 14 de dezembro em Toledo, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Paranaense. 

O time da casa precisava da vitória a todo custo para ainda sonhar com a classificação. Já o Coxa, já garantido na próxima fase, queria os três pontos para se manter na liderança. Mas ninguém ficou feliz após o apito final: o jogo ficou no empate em 1x1.

Mas o que chamou atenção mesmo foi a apresentação do time feminino do Coritiba/Toledo. Antes da partida começar, as meninas fizeram um jogo preliminar. Lembrando que a equipe estreia no Campeonato Brasileiro A2 contra o Fluminense no próximo dia 15 de março. PRA CIMA GURIAS!

 

Apresentação da equipe feminina Coritiba/Toledo ocorreu antes do jogo entre as duas equipes pelo campeonato Paranaense. Foto: Coritiba Oficial.


 

O JOGO 

 

O Verdão foi a campo com vários desfalques e promoveu a estreia de Yan Couto e Kazu como titulares absolutos nas laterais. Porém, mesmo com os meninos em campo, o Coxa encontrou dificuldades. O time de Barroca teve maior posse de bola, mas pecava nas finalizações e pouco incomodou o goleiro Diego na primeira etapa.

Aos 24 minutos, veio a chance do Toledo: Rhodolfo fez falta dentro da área em Lucas Vieira e a penalidade é assinalada. O mesmo Vieira cobrou com categoria, abrindo o placar no 14 de dezembro para os donos da casa.

O gol do adversário era o que o Coritiba precisava para acordar e passou a pressionar mais o Porco. Porém o placar ficou mesmo 1x0 ao fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, as equipes voltaram com a mesma formação. O Toledo começou pressionando e mandou uma bola perigosa, e então começou a brilhar a estrela de Alex Muralha, que fez uma baita defesa impedindo o que seria o segundo gol do Toledo.

Em seguida, Barroca resolveu mexer na equipe, colocando Giovanni Augusto no lugar de Thiago Lopes e Wanderley no lugar de Wellissol, que foi muito abaixo do esperado. As mudanças deram outra cara no time e o Coxa passou a comandar a partida dentro de campo. O meia mais uma vez entrou bem e mostrou que, quando estiver 100% fisicamente, poderá ajudar muito.

E foi de Giovanni Augusto o lance que originou o gol de empate alviverde. Em cobrança de escanteio, o meia mandou na medida para Rhodolfo subir mais que todo mundo e mandar de cabeça para o fundo das redes: era o empate do Coxa e o segundo gol de Frank com a camisa alviverde.

E o Verdão poderia ter virado o jogo: se o goleiro Diego do Toledo não teve muitas dificuldades na primeira etapa, na segunda se obrigou a trabalhar, além da trave também ter sido a vilã, na cobrança de falta rasteira de Giovanni Augusto aos 39 minutos.

E já que o Coxa não conseguiu marcar o gol da vitória, quem quase o fez foi o Toledo: aos 50 minutos o atacante PH recebeu a bola e limpou a zaga, mandou para o gol, mas novamente Alex Muralha salvou, defendendo com os dedos. Foi uma baita defesa, que evitou o que seria o gol da vitória do Porco e mais um vexame para o Verdão em 2020.

Com o empate, o Coritiba vai a 18 pontos e permanece líder, mas pode ser ultrapassado após o complemento da rodada pelo Fc Cascavel (que tem 17 e joga contra o Cianorte), ou por Athletico ou Operário (ambos tem 16 pontos e se enfrentam também neste domingo, 01). 

Mas a liderança é o de menos no momento. O que queremos é ver um time que jogue sem dificuldades, que saiba administrar a partida e que não falhe tanto nas finalizações. Se não fosse Muralha, mais uma vez levaríamos uma derrota na bagagem. Já passou da hora de acordar, Coritiba.

 

PRÓXIMO COMPROMISSO

Agora, mais uma folga de oito dias. O Verdão só volta a campo no próximo domingo (08), contra o PSTC. Mais uma semana cheia para a equipe trabalhar e tentar corrigir os inúmeros erros apresentados até então em campo. 

 

VAI PRA CIMA DELES VERDÃO!

 

Por Viviane Mendes, Coxa doida de coração.

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.