O histórico 6x1

Que o torcedor do cruzeiro é feliz, todo mundo já sabe, mas, esse dia foi demais. O que queríamos naquele dia era gritar ao mundo o quanto é maravilhoso ser cruzeirense.

Em sete lagoas, num domingo, 7 de dezembro de 2011, tínhamos um clássico pela frente, a nossa situação não era nada favorável, o Atlético Mineiro tinha o poder de nos rebaixar, mas série b, o que é isso?!

Nesse dia mudaria a história, nesse dia seríamos consagrados, nesse dia iríamos vibrar e chorar, nesse dia seriamos presenteados com este marco em nossa história.

Ninguém podia imaginar, o time do cruzeiro estava horrível, sem chances nenhuma de vencer o Atlético, nem a mídia apostava que o Cruzeiro venceria.

Mas veio o resultado mais inesperado que poderia haver, além de ganhar do nosso rival, ganhamos de 6 x 1.

Com gols de Roger, Leandro Guerreiro, Anselmo Ramon, Fabrício, Wellington Paulista e Everton o time do atlético conseguiu fazer um, que no final, não ajudou em nada.

  

Foto: Globoesporte.com

Felicidade nos descrevia, vibrávamos mais a cada gol feito, era um sentimento de alívio misturado a felicidade que seria um, dois, três dias depois, poder zoar os nossos rivais não tem preço, ainda mais com esse placar histórico.

Fora o resultado avassalador, a ocasião era mais importante ainda, um rival ter a chance de rebaixar o outro é uma coisa incrível, e isso estava nas mãos do Atlético, que desperdiçou de uma forma trágica. Uma goleada que vai ficar no coração de um cruzeirense o resto da vida, pro lado bom, claro.

E hoje, três anos depois, ao relembrarmos aquele dia que mexeu com o coração dos cruzeirenses, sentimos uma gratidão à raça do time, a sede de vencer que resultou no eterno 6x1.

Ana Pacheco