O Jogo começou antes mesmo do apito inicial

(Imagem: Globo Esporte)

Hoje a noite (03/03), o Atlético PR enfrenta o Foz do Iguaçu pela 6ª Rodada do Paranaense às 19h30, rodada essa que foi adiada por conta do jogo da Primeira Liga que estava marcado para o mesmo dia (24/02).

O Furacão volta a jogar em casa, na Arena da Baixada pelo Paranaense e quer reencontrar a vitória no campeonato. Nos últimos 03 jogos, são dois empates e uma derrota,  justo para o vizinho de rua, o Paraná, por 1x0 no fim de semana, amargando a primeira derrota no ano do Furacão.

O Atlético Pr ocupa hoje o quarto lugar no campeonato com 11 pontos seguido pelo Foz em quinto em 9.

A arbitragem do jogo fica por conta de Nilo Neves de Souza Junior, e os auxiliares Diogo Morais e Fabrício da Silva Martins e Ivan Carlos Bohn.

Furacão vem a campo hoje, pela primeira vez sem o capitão Weverton e o meia Vinicius, que foram expulsos depois do termino da partida contra o Paraná.

Quem o Técnico Cristóvão Borges irá colocar para assumir essa posição do meia Vinicius, Nikão? E quem assume a responsabilidades como capitão da equipe, Otávio?

Chance do Cristóvão mostrar como será suas peças para o Brasileirão caso as adversidades apareçam, mostrar como recompor o meio de uma maneira criativa sem sobrecarregar a defesa. Qual será a tática do técnico Rubro negro para esse jogo?

(Imagem: Atlético-PR/Site Oficial)

A provável escalação do Rubro Negro tem Santos; Eduardo, Vilches, Paulo André e Roberto; Deivid, Otávio, Anderson Lopes, Nikão (Bruno Mota) e Sidcley (Crysan); Walter.

Foz pode vir com o goleiro Nei; Daniel Baloi, Hebert, Mantovani (Bruno Van Dal) e Chilavert; Roberto, Baiano (Adrian ou Lucas Silva), Safira e Bruno Flores; Marcelo e Safirinha.

Bastidores

O time do Foz do Iguaçu pediu para que pudesse treinar no dia de hoje na Arena de Baixada para reconhecimento do gramado. A diretoria do Atletico Pr, negou, autorizando apenas o treino de 40 minutos antes da partida.

Agora vêm duas questões: Até onde essa decisão de negar o pedido está certa? E até onde está errada?

Afinal, o Criciúma jogou na quarta (24/02) contra o Atlético Pr e não solicitou reconhecimento de gramado, inclusive fez treino em campos sintético para conhecer tempo de bola e possíveis variações.

O Regulamento do Campeonato Paranaense não exige que o time da casa abra um espaço para que o visitante faça treino de reconhecimento de gramado, isso ocorre apenas em jogos regulados pela Conmenbol (Sulamericana e Libertadores).

Ou seja, onde o Atlético Pr errou em tomar essa decisão?

Falta de cavalheirismo? Talvez! Mas será que precisamos ser cavalheiros quando o nosso adversário não pensa no bem do Futebol Paranaense e sim no próprio “umbigo”?

Será que precisamos ser o time mais gentil do Estado, cedendo espaço para o adversário de hoje a noite conhecer o gramado, quando o ano passado nosso único pedido foi o apoio para melhorias nas eleições da Federação, na qual implicaria em campeonato mais justos e sem essa “patifaria” que é a Federação Paranaense hoje?

Desculpe Foz do Iguaçu, mas não dá pra ser gentil! Talvez mais seja uma decisão mais política do que má vontade ou medo de perder o jogo, mas veja como quiser!

Nayara Bortolotti