O Majestoso ano de 2003

O time estrelado vinha de reformulação no elenco, após um ano sem ganhar títulos tão importantes, o time contava com o técnico Vanderlei Luxemburgo e fez contratações como a do lateral direito Maurinho (ex- Santos), o meia Martínez (ex- guarani), o atacante colombiano Aristzábal (ex- Vitória), o atacante Mota (ex- Ceará), o atacante Deivid (ex -Corinthians), o zagueiro Edu Dracena (ex Olympiakos), entre outros. Será que daria certo? Será que o time entrosaria? Ninguém sabia e nem podia imaginar o quanto aquele time surpreenderia.

O ano que para sempre ficará gravado na memória e na historia de todo torcedor cruzeirense, um time magnífico que apresentava um futebol de encher os olhos, que fez o Brasil inteiro se render ao poder da máquina azul e da maestria do meia Alex, o Cruzeiro era praticamente invencível, fez campanhas impecáveis e o resultado veio com a conquista de três campeonatos (Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato brasileiro) levando assim, para Toca da Raposa a famosa Tríplice Coroa (título simbólico dado à um time que ganha 3 campeonatos importantes em um ano), sendo o primeiro time brasileiro à conseguir o feito.

Tudo começou com a conquista do campeonato estadual, no qual o Cruzeiro venceu com uma rodada de antecedência e de forma invicta, foram 10 vitórias e dois empates em 12 jogos, com 35 gols marcados e apenas sete sofridos. Em seguida veio a Copa do Brasil, mais um campeonato impecável, conquistado de forma invicta, o destaque claramente foi a final contra o Flamengo. Primeira partida no Maracanã lotado, primeiro tempo sem gols, mas com show de habilidade do time azul. Aos 30 minutos da etapa final, aparece Alex para abrir o placar para o time mineiro, com um lindíssimo gol de letra, mas nos acréscimos o rubro-negro carioca conseguiu o empate, levando ainda mais emoção para a disputa em BH.

No Mineirão,com mais de 79 mil torcedores enlouquecidos, o Cruzeiro não deu bobeira, decidiu o jogo logo no primeiro tempo, foram 3 gols, 1 de Deivid, 1 do colombiano Aristzábal e 1 de Luisão, o segundo tempo foi tranquilo, o Flamengo conseguiu fazer um gol, mas não adiantou, pois já era tarde, o Cruzeiro conquistou a Copa do Brasil pela quarta vez. Mas não termina por aqui.

Com a conquista da Copa do Brasil a equipe celeste pôde focar no Campeonato Brasileiro, desde o inicio o time acreditava que era possível ser campeão, e não se entregou mesmo com dois campeonatos já conquistados, o Cruzeiro queria mais, tinha jogadores suficientemente qualificados para ser campeão, mesmo com a saída de alguns jogadores importantes, e isso aconteceu, o Cruzeiro foi consagrado campeão, dessa vez não era invicto, mas foi uma campanha excelente, marcante e inesquecível com 100 pontos, 31 vitórias, sete empates e oito derrotas, 102 gols marcados e 47 sofridos, com mais de 70% de aproveitamento, assim fechou o ano do Cruzeiro, com a conquista da Tríplice Coroa.

O ano de 2003 fez o Cruzeiro ser ainda mais conhecido e respeitado, algo grandioso e que enche de orgulho o coração da nação azul, um ano marcante que entrou para as páginas heroicas e imortais do clube, um ano que foi tão majestoso que transmite uma emoção enorme até para quem era muito pequeno e não entendia nada daquilo.

#EmoçaoMaior

#TrípliceCoroaCruzeiro

                                                                                                                                                    Greicilene Santos