O MUNDO DO FUTEBOL RODEADO DE SONHOS

 

 

Créditos: Luciano Marcos

 

Ex-jogador de futebol, torcedor alvinegro e aspirante a técnico profissional, essa é a trajetória do natalense de 30 anos, Jonathas Pupilo.

Tudo começou no futebol de base. Pupilo virou jogador do ABC Futebol Clube e com 17 anos achou que o Rio Grande do Norte era pequeno demais, decidindo assim, ir para o Rio de Janeiro. Lá o garoto entrou para a base do Volta Redonda, buscando uma chance no mundo maluco - e às vezes injusto, do futebol. O que tinha tudo para ser um caminho de sucesso, foi interrompido precocemente devido a um problema de saúde.

“Com 17 anos e meio fui diagnosticado com asma e aí acabou minha carreira, pois a bombinha aerolin é pega no antidoping. Aí voltei para Natal não querendo mais saber de futebol, só ia como torcedor mesmo do ABC para o campo”.

Em meados de 2019, Jonathas foi convidado a trabalhar dentro do clube, já que conhecia a realidade e a rotina do ABC. Entrou como um “faz tudo” e lá cresceu o amor pela profissão que decidiu seguir. Jonathas acompanhou de perto a formação do elenco comandada pelo técnico Francisco Diá, o que o influenciou de vez a traçar um novo rumo.

“Quando cheguei só tínhamos seis atletas para começar 2020, acabei me aproximando do Diá e vendo a forma dele trabalhar, negociar com os atletas e aí foi aflorando isso dentro de mim”. 

A vontade de ingressar na carreira como treinador de futebol profissional ganhou forma quando o Futebol Interativo lançou um treinamento. O curso modelo de jogo, com grandes nomes do esporte como palestrante, entre eles, Dorival Júnior, atual técnico do Athletico Paranaense.

Iniciando na próxima segunda-feira (08), o treinamento oferece entre os conteúdos fases de jogo, periodização tática, cultura de jogo e mais um conteúdo bônus. O valor total é de R$ 799 reais, garante certificado e estagio de um mês em grandes clubes como Bahia, Botafogo, Fortaleza, entre outros.

O ex-jogador de futebol viu nessa oportunidade a chance de iniciar a carreira como treinador, mas com a pandemia e a crise econômica, Jonathas perdeu sua fonte de renda vinda do clube e não possui mais condições de custear o treinamento. Pensando em um plano B, o potiguar decidiu buscar ajuda em suas redes sociais.

Após a publicação de um vídeo em sua conta pessoal, Jonathas já conseguiu arrecadar cerca de 40% do valor total, faltando ainda 60% para conseguir investir na formação. Além do treinamento, Jonathas também pretende voltar a graduação de Educação Física, importante para quem almeja atuar na área, mas nesse primeiro momento mantém o foco em conseguir arrecadar o valor necessário para iniciar o curso.

 

Para doações:  CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Agência 2044        Operação 013             Conta 00092848-5

 

 

O mundo do futebol é competitivo e muitas vezes injusto, mas sempre que tivermos a chance de ingressar alguém que sonha em viver do futebol, que possamos dar essa chance. O esporte mais popular do planeta além de lidar com o profissionalismo, lida também com a paixão e é isso que o torna tão bonito.

Ana Neves