O PASSAPORTE TÁ OK, A VAGA TÁ OK, BROTAMOS NA OLIMPÍADA PRO DESESPERO DOS ADVERSÁRIOS!

 

Com direito a atropelo pra cima dos hermanos, Brasil conquista a classificação para as Olimpíadas de Tóquio 2020

 

Brasil venceu por 3x0. Foto: AFP/ Juan Barreto

 

A seleção brasileira foi a campo em Bucaramanga, com um baita peso nas costas em virtude dos tropeços nas partidas do quadrangular (empate contra Uruguai e Colômbia). Como o Uruguai derrotou a Colômbia por 3 a 1, somente  uma vitória sobre os já classificados argentinos, importava.

Foi um jogão, daqueles de encher os olhos do torcedor. A postura do time foi completamente outra, e vencemos sem dificuldade. Ponto para Jardine que mudou a linha ofensiva do time.

O primeiro gol saiu de jogada de Pedrinho, que tocou para Paulinho estufar as redes. Depois, Matheus Cunha ampliou, aproveitando bobeira da zaga Argentina. Lá atrás, Ivan assistia a partida sem nenhum trabalho.

Foto: Extraída da Internet

 

O mais importante é que a seleção não se acomodou na segunda etapa e logo tratou de fazer o terceiro. Matheus Cunha, novamente  marcou, aproveitando passe de Reinier. 3 a 0.

Muitos corneteiros podem falar que a Argentina não tava nem aí para partida, já que estava garantida em Tóquio. Mas jogo é jogo, e não seria no clássico que dariamos bobeira! Com a vitória ficamos com o vice do pré-olímpico e eles com o título, além do mais importante: estamos classificados!

O Brasil e a Argentina se juntam a Japão (anfitrião), Espanha, Alemanha, França, Romênia, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Austrália, Costa do Marfim, Egito, África do Sul e Nova Zelândia na disputa de futebol na Olimpíada. Restam duas vagas que serão decididas entre os representantes das Américas Central e do Norte, em março, na Costa Rica. O sorteio dos grupos será realizado em 20 de abril, e por ser o atual campeão, o Brasil deve ser cabeça de chave.

Vamos em busca do bicampeonato, e os adversários que lutem! Vale lembrar que além do ouro na disputa no Rio de Janeiro em 2016, o Brasil levou medalha em Pequim 2008 (bronze) e Londres 2012 (prata), ou seja, três pódios consecutivos. Então faça sua aposta: qual será a cor da medalha em 2020?


 

Por Mariana Alves

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.

Com direito a atropelo pra cima dos hermanos, Brasil conquista a classificação para as Olimpíadas de Tóquio 2020


Brasil venceu por 3x0. Foto: AFP/ Juan Barreto


A seleção brasileira foi a campo em Bucaramanga, com um baita peso nas costas em virtude dos tropeços nas partidas do quadrangular (empate contra Uruguai e Colômbia). Como o Uruguai derrotou a Colômbia por 3 a 1, somente  uma vitória sobre os já classificados argentinos, importava.

Foi um jogão, daqueles de encher os olhos do torcedor. A postura do time foi completamente outra, e vencemos sem dificuldade. Ponto para Jardine que mudou a linha ofensiva do time.

O primeiro gol saiu de jogada de Pedrinho, que tocou para Paulinho estufar as redes. Depois, Matheus Cunha ampliou, aproveitando bobeira da zaga Argentina. Lá atrás, Ivan assistia a partida sem nenhum trabalho.


Foto: Extraída da Internet


O mais importante é que a seleção não se acomodou na segunda etapa e logo tratou de fazer o terceiro. Matheus Cunha, novamente  marcou, aproveitando passe de Reinier. 3 a 0.

Muitos corneteiros podem falar que a Argentina não tava nem aí para partida, já que estava garantida em Tóquio. Mas jogo é jogo, e não seria no clássico que dariamos bobeira! Com a vitória ficamos com o vice do pré-olímpico e eles com o título, além do mais importante: estamos classificados!

O Brasil e a Argentina se juntam a Japão (anfitrião), Espanha, Alemanha, França, Romênia, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Austrália, Costa do Marfim, Egito, África do Sul e Nova Zelândia na disputa de futebol na Olimpíada. Restam duas vagas que serão decididas entre os representantes das Américas Central e do Norte, em março, na Costa Rica. O sorteio dos grupos será realizado em 20 de abril, e por ser o atual campeão, o Brasil deve ser cabeça de chave.

Vamos em busca do bicampeonato, e os adversários que lutem! Vale lembrar que além do ouro na disputa no Rio de Janeiro em 2016, o Brasil levou medalha em Pequim 2008 (bronze) e Londres 2012 (prata), ou seja, três pódios consecutivos. Então faça sua aposta: qual será a cor da medalha em 2020?



Por Mariana Alves


*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.