O PATINHO FEIO CHEGOU ÀS OITAVAS DE FINAL!

 

 

Longe de casa, mais precisamente no Estádio San Carlos de Apoquindo (Santiago-CHI), o Rubro-Negro foi a campo ontem (17), para decidir a sua vida na Libertadores da América.

 

Podemos resumir este duelo válido pela última rodada da fase de grupos (4), como um teste para cardíacos. As duas equipes queriam a classificação e tanto os chilenos quanto os brasileiros, tinham grandes chances de permanecer na competição.

 

https://www.tribunapr.com.br/wp-content/uploads/sites/1/2017/05/cap-01-825x550.jpg?03526e
Foto: Jonathan Campos

 

Não era o melhor momento para uma decisão fora de casa, o time não vinha bem há alguns jogos... A torcida fazia esforços para acreditar na classificação, alguns torcedores até já tinham “jogado a toalha”, mas o elenco do time “PATINHO FEIO” da Libertadores nos proporcionou uma noite memorável ou melhor, uma classificação inesquecível!

 

O JOGO

O confronto começou com o Furacão muito melhor que os anfitriões. Logo aos 14 minutos do primeiro tempo Sidcley quase abriu o marcador, mas foi travado no momento da finalização.

Naquele momento o empate também ia classificando o Atlético, já que no outro jogo do grupo 4 o Flamengo ia vencendo o San Lorenzo por 1x0.

Só que os mesmos problemas dos outros jogos se repetiram ontem, a nossa defesa bobeou e aos 35’ a Universidad abriu o placar com Santiago Silva.

 

O melhor da partida (para os atleticanos rs) estava guardado para o segundo tempo.

 

A equipe de Mario Salas voltou do intervalo disposta a concretizar a sua classificação e por muito pouco não ampliou a sua vantagem.

Era a hora de Autuori mexer e tentar reverter à situação para o Rubro-Negro. Eduardo Silva, Douglas Coutinho e Carlos Alberto entraram e nós ainda não sabíamos, mas os três seriam os protagonistas de uma vitória emocionante.

Aos 31 minutos do segundo tempo, após um cruzamento na área, com tranquilidade Eduardo Silva deixou tudo igual. 1x1.

A classificação já era realidade, mas dois minutos depois na outra partida deste mesmo grupo (4), o San Lorenzo ia empatando com o Flamengo e jogando um balde de água fria no Atlético.

O que fazer? O único jeito de garantir a permanência na competição era vencendo o time chileno.

Felizmente o Rubro–Negro não se desanimou e foi pra cima da Católica em busca da vaga para as oitavas.

Aos 36’ da etapa final era a vez de Douglas Coutinho deixar o dele. O atacante recebeu a bola ainda no campo de defesa, avançou até a área, chutou rasteiro e virou o placar para o Furacão, 2x1.

Daí em diante era só segurar o resultado, porém, é como diz o ditado né? “Se não for sofrido, não é Atlético”, logo em seguida aos 39’ Noir fez um belíssimo gol e deixou tudo igual novamente.

HAJA CORAÇÃO MEUS AMIGOS!

Lembram dos protagonistas da classificação? Os três que saíram do banco? Então...

Foi à vez de mais uma substituição surtir efeito. Aos 41’ Carlos Alberto recebeu dentro da área e marcou um golaço, garantindo assim, o Atlético na oitavas de final da Libertadores.

Após a vitória/classificação, o Rubro-Negro volta todas as suas atenções para o duelo contra o Grêmio. A partida válida pela segunda rodada do Brasileirão será realizada no próximo domingo (21), às 16hrs, na Arena da Baixada.

 

https://www.bandab.com.br/wp-content/uploads/2017/05/Gol-Atl%C3%A9tico-x-Cat%C3%B3lica-18-05-2017-Divulga%C3%A7%C3%A3o-Conmebol.jpg

(Divulgação/Conmebol)

 

FICHA TÉCNICA

LIBERTADORES
Grupo 4 – 6ª rodada

UNIVERSIDAD CATÓLICA 2X3 ATLÉTICO

Universidad Católica
Toselli; Magnasso, Kuscevic, Marípan e Parot; Manzano (Gutierrez, 33 do 2º), Espinosa, Buonanotte, Fuenzalida (Cordero, 29 do 2º) e Noir; Santiago Silva.
Técnico: Mario Salas

Atlético-PR
Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González (Carlos Alberto, 17 do 2º), Nikão e Pablo (Douglas Coutinho, 29 do 2º); Grafite (Eduardo da Silva, 21 do 2º).
Técnico: Paulo Autuori

Local: Estádio San Carlos de Apoquindo (Santiago-CHI)
Árbitro: Jonhatan Fuentes (URU)
Assistentes: Miguel Nievas (URU) e Gabriel Popovits (URU)
Gols: Santiago Silva, 35 do 1º; Eduardo da Silva, 31, Douglas Coutinho, 36, e Noir, 39, Carlos Alberto 41 do 2º
Cartões amarelos: Santiago Silva, Espinosa e Buonanotte (UCA); Nikão (CAP)
Cartão vermelho: Wanderson, 48 do 2º

VANUSA CAETANO

Por Deus, Pela Família, Pelo Atlético!