O PRIMEIRO CLÁSSICO DAS EMOÇÕES DE 2017

 

 

A expectativa para o primeiro clássico do ano pelo Campeonato Pernambucano era grande, contrastando com o público da Arena Pernambuco de apenas 4.622 pagantes, que teve como fator principal o alto preço dos ingressos ofertados à torcida do rival tricolor, causando insatisfação até mesmo por parte da torcida do Náutico, que sempre tem preços populares à disposição em clássicos na casa do Santa Cruz. Para se ter uma ideia do disparate da diretoria alvirrubra, o menor valor de ingresso para o rival custava R$ 50,00, enquanto que a para o time da casa custava R$ 10,00.

 

TROCA DE GOLEIROS

 

A torcida precisou acostumar-se com o até então ídolo tricolor, Tiago Cardoso, defendendo o rival. O mesmo ocorreu com o Náutico, o ex-goleiro do time alvirrubro, agora é da equipe tricolor. Essa mudança deu o que falar no cenário futebolístico de Recife.

 

VAMOS AO JOGO!

 

O time do Santa Cruz, quase totalmente reformulado para esta temporada, mostrou falta de entrosamento da equipe em campo. Já o elenco do Náutico, bem mais entrosado, com poucas mudanças da temporada passada para esta, mostrou melhor desempenho em grande parte do jogo.

Em lance polêmico, dois jogadores foram expulsos: Jaime do Santa Cruz e Dudu do Náutico. Fim do primeiro tempo.

 

O segundo tempo foi bem mais emocionante para a torcida! Teve pênalti claro não marcado. No lance, Ewerton Páscoa da equipe alvirrubra, o puxou pelo braço o jogador tricolor André Luiz, impedindo a finalização da jogada. Lance normal para arbitragem. Mas as maiores emoções ainda estariam por vir: dois gols marcados nos últimos 5 minutos da partida. Aos 44 minutos Anselmo aproveitou a chance num vacilo da zaga tricolor e marcou o primeiro gol da tarde. Mas a torcida da casa não comemorou por muito tempo, aos 47 minutos o meio-campista Léo Costa bateu com maestria a falta marcada direto para o gol do T. Cardoso.

 

Foto: Rodrigo Baltar.

 

Empate fora, com expulsão injusta, pênalti não marcado e aquela pintura de Léo Costa finalizando o jogo, tem um gostinho de vitória sim!

 

AVANTE SANTA!


por Amara Lima