O problema do São Paulo não é o Rogerio, é o LECO!

 

 


(Foto: saopaulofc.net)

 

 

Quando Carlos Augusto de Barros e Silvia trouxe o maior ídolo da história do São paulo Futebol Clube para ser técnico ele tinha um único objetivo ser reeleito presidente em abril de 2017, e graças a imagem  Rogerio Ceni ele conseguiu.

 

Símbolo de muito trabalho e dedicação Rogerio não descansou um só dia desde que assumiu o banco do Morumbi, errou como qualquer um em começo de carreira em uma nova função, mas foi principalmente lesado por Leco que não fez planejamento para a temporada de 2017. Vendeu jogadores fundamentais para o crescimento do elenco e contratou jogadores de baixa qualidade que ainda nem tiveram tempo de se entrosar na equipe.

 

O mínimo que esperávamos dessa diretoria pífio é que dessem tempo para que Ceni trabalhasse, já que ao lado dele estava a maior parte da torcida, que não se deixou manipular e acreditou todos os dias que Rogerio faria o melhor pelo São Paulo.

 

Um presidente medíocre, que chegou aonde chegou passando muita gente para trás e usando de muita malandragem, inclusive a imagem do MITO para se reeleger, demitiu o maior são-paulino que já trabalhou no clube, um homem que dedicou sua vida ao São Paulo. Isso é inaceitável!

 

Esse é o verdadeiro soco na cara do torcedor são-paulino, que fez um acordo, fechou com o mito e com um planejamento a longo prazo que acaba de ser desfeito por homem sem honra que está destruindo a instituição São Paulo Futebol Clube.

 

Aos são-paulinos (se é que podem ser chamados assim), que estão comemorando e dizendo “Sabíamos desde o começo que ele não estava pronto”, pelo amor de Deus, Rogerio foi prejudicado por falta de jogadores e péssima gestão da diretoria, se ele não estava pronto os outros treinadores que passaram pelo Morumbi também não estavam ? Não caiam no golpe da manipulação!

Já os rivais que estão repercutindo o assunto, sabemos que ele é tão ídolo nosso como de vocês, tudo que o CENI faz é motivo para que torcedores de outros times comentem isso só mostra o quanto ele é gigante!

 

Ao Rogério, só podemos nos desculpar, nada, nunca vai manchar, muito menos apagar a história de amor, dedicação e conquistas que ele construiu, um goleiro, artilheiro, recordista que deu a cara tapa no momento mais difícil do Tricolor e assumiu um elenco ruim, com uma diretoria péssima por amor. Sai do São Paulo, mas não sai do coração do torcedor que sabe que quem devia estar caindo no momento era o LECO não o MITO.

 

Por: Jéssica Gonçalves.