O QUE É ISSO PALMEIRAS?

Qual torcedor não estava nervoso hoje? O dia era, dia de Palmeiras, a contagem regressiva para o jogo era inevitável, olhar pro relógio era automático... Era dia de libertadores meus amigos, trabalho? Estudo? quem consegue ter foco? ERA DIA DE PALMEIRAS, E SÓ ISSO IMPORTAVA!

Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Tinha uma semana na minha quarta - feira, tinha me esquecido como passava devagar o tempo em dia de jogo, chegava 2018, mas não chegava às 21h45. Horas e mais horas que pareciam intermináveis, enfim, 21h40 no relógio, e o meu coração já batia acelerado, e eu revia a escalação na tela do telefone, "não pode dar errado", "hoje é dia de vencer".

 

O primeiro tempo foi digesto, o time rendeu, marcou bem, mas não criava chances, finalizar? nadinha. Um jogo parado, ninguém tinha chances, o cuca entrou pedindo o 0x0, ele queria apenas o empate. O cuca no primeiro tempo deixou claro que estava pedindo o empate, um elenco forte, experiente, lutando por um 0x0? Inaceitável, inacreditável. O 1T foi assim, sem chances, mas, com uma zaga sólida, uma marcação cerrada, e um pedido de 0x0.

Aí começou o 2T, tudo igual, Cuca achou que não mudar, seria a solução pra levar o resultado medíocre que ele queria trazer na mala, mas o Barcelona-EQU voltou de uma outra forma, o time da casa então não aceitou o controle do visitante, e mudou o jogo. O Palmeiras bem nervoso, e nada tático, levava sufoco atrás de sufoco, 8 jogadores na área, e o Borja, assistindo ao jogo do lado do juiz. O Palmeiras parecia esgotado fisicamente, sem condições de parar o time do Barcelona, que só atacava. Passes errados a cada segundo, principalmente no setor defensivo, e começamos a jogar acuados e pedindo para o jogo terminar logo. Já que era para ser assim, que fizesse direito, mas nem catimba os jogadores conseguiam fazer, o Prass repunha a bola errado e com rapidez, em uma esperança de fazer o gol, bobinho, coitado. Jogar libertadores, é saber fazer manha, mas nem isso, o time sabe. E para acabar com o jogo, saiu o gol do Barcelona nos 45+2, um gol de sorte, um castigo para o time do primeiro tempo, o time que procurava o 0x0, estava com azar. E assim apita o juiz, certinho, 1x0 para quem soube mandar o jogo.

Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Os torcedores tolerantes enxergam a temporada de 2017 como um "copo meio cheio", já que estamos vivos nas principais competições, não à do que reclamar. Já os torcedores realistas, chamados de corneta, enxergam a temporada como um "copo meio vazio". Eliminados do Paulista de forma vergonhosa, já na copa do Brasil estamos em uma situação delicada, na libertadores nem se fala. O campeonato brasileiro? vamos ser realistas, o Cuca e comissão técnica já descartaram o campeonato a tempos. Lutar pelo título? Tenho as minhas dúvidas!

Estamos em julho, e o que vemos em campo é apenas um monte de jogador sem tática, sem técnica e sem raça.

Aquele pacotão de contratações, de um diretor compulsivo, mostra que ele entende bem pouco do que faz, o time milionário mais pobre do Brasil, pobre de futebol, de beleza e de vontade. Fabiano, Mayke, Juninho e cia, mostram que os reforços de 2017 deixaram muito a desejar. O Palmeiras deixou muito a desejar, e a paciência do torcedor uma hora se esgota. Esse não é o Palmeiras que nós queremos em campo, ou deem a vida, ou deixem o clube. Nós poderíamos ter ganho, mas o Cuca preferiu jogar com 10.

Daqui 1 mês, nós resolveremos em casa, e eu espero que estejam preparados!

 

Um desabafo, de torcedora.

Por: Isa Brignoli