O Sport tem que voltar a ser Sport

Com a parada no campeonato brasileiro todos esperavam que os jogadores ganhariam uma boa folga para curtir a família, mas não foi bem isso que aconteceu pela ilha do retiro, dos dez dias sem agenda pelo campeonato, em nove deles foram realizados treinos e atividades no ct. Outra surpresa que ocorreu por lá foi a mudança com relação aos treinos que antes a imprensa podia acompanhar todos os momentos, agora só é aberto os primeiros quinze minutos de atividade, e essa é uma das táticas usadas pelo Técnico Falcão para surpreender os adversarios e aproveitar para conhecer melhor a equipe.

 

imagem: Williams Aguiar

Sabemos que os jogadores estão bastante satisfeitos com essa nova forma de trabalho, e sabemos também que podemos esperar algumas alterações : o lateral-esquerdo Renê e o meia Diego Souza que estão suspensos darão lugar a outros nomes e as mudanças irão além da troca de peças, o esquema tático também deverá sofrer alterações.

O Sport que ocupa a 10º colocação na tabela com apenas 6 pontos de distância do G4 entra em campo nesta quarta-feira contra o Avaí que está na 15º com 33 pontos precisando da vitória para afastar as chances de rebaixamento. O jogo está marcado para ás 19:30 na Ilha do Retiro. O time da casa vai ter a chance de fazer as pazes com a torcida trazendo de volta aquele bom futebol mostrado no ínicio do campeonato. Ouvi uma música do Emicida que podia ser a trilha sonora desse momento que o Sport está passando: "... Não é a primeira vez que temos que nos levantar. A reinvenção faz parte do nosso DNA, nós somos isso.."

Vamos conseguir passar por este momento difícil com muito esforço, raça, dedicação e apoio da torcida rubro-negra, que mesmo com todos esses pontos negativos continua cantando e dizendo "Ah, como é bom ser Sport."

 

Beatriz Cunha