O Tricolor manteve o tabu e com apoio da torcida venceu a macaca no Morumbi!

Equipe comemora primeiro gol da vitória sobre a Ponte Preta.

FOTO: Rivaldo Gomes/Folhapress

Foi com Morumbi lotado que o São Paulo entrou em campo pela 32a rodada do brasileirão no sábado (22), às 17h00 (de Brasília) e a missão de bater a Ponte Preta, que não perdia a 2 jogos, foi alcançada com sucesso e o Z-4 agora já é visto de longe.

Fé na BASE!

Ricardo Gomes decidiu inovar nesta rodada. O treinador são-paulino iniciou a partida com duas promessas de Cotia, Pedro Bortoluzo e David Neres, os garotos fizeram seu primeiro jogo como titular e deram conta do recado...

E por falar em cotia  

Além de Bortoluzu e Neres, outros 5 jogadores formados na base foram utilizados no confronto, Rodrigo Caio, Lyanco, João Schmidt, Luiz Araújo e Wellington, que retornou após um ano longe dos gramados. O volante cumpriu suspensão por doping e se recuperou de uma cirurgia no ligamento cruzado no joelho direito.

Os 90 minutos

O jogo começou equilibrado, as duas equipes corriam muito e se esforçavam para chegar na pequena área, mas não surgiam oportunidades de gol. Foi só aos 10 minutos, em cruzamento de Mena, que Fabio Ferreira na tentativa de cortar meteu a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. Cueva cobrou e marcou para os donos da casa 1 x 0!

A ponte não recuou após o gol, logo aos 19’ Clayton driblou a zaga e bateu com categoria, mas Denis chegou a tempo de fazer a defesa. Aos 38’ R. Caio quase deu um presente para a Macaca, Denis saiu errado, a bola sobrou na cabeça do zagueiro que ao invés de tirar, meteu na trave são-Paulina.

No intervalo da partida torcedores protestaram contra o futebol moderno acendendo sinalizadores!  

FOTO: Marcelo Hazan

Na segunda etapa ambos os treinadores mexeram na equipe. No lado tricolor, Pedro Bortoluzo e Kelvin saíram para entrada de Chavez e Luis Araújo e no lado alvinegro saíram Roger e Wendel para entrada de Willian Potkker  e Galhardo. Com as alterações, a Ponte parecia ter levado a melhor e quase chegou ao empate com Reinaldo e Potkker, mas o sábado era mesmo de festa para os mais de 49 mil tricolores. Aos 36’ da segunda etapa, Mena, Chavez e Thiago Mendes trocaram passes, mas pararam na trave de Aranha e a cria da Base David Neres, que estava no lugar certo na hora certa, conseguiu completar no rebote para o fundo da rede 2x0 para o Soberano!

Garoto de cotia comemora seu primeiro gol marcado no time principal do SPFC.

FOTO: Marcos Ribolli

O garoto saiu de campo aplaudido ao 45’ para Wellington fazer a sua reestreia no São Paulo.

E agora?  

O Tricolor Paulista conseguiu chegar aos 42 pontos na 11a posição do campeonato e ficou a 3 pontos da Ponte Preta. Ambos os times já estão praticamente livres do rebaixamento, mas um pouco longe do G-6. Na próxima rodada a macaca enfrenta o Sport em Recife as 20h30 (Bsb) da quinta-feira (27), já o time do Morumbi vai até Minas Gerais enfrentar o América-MG só na segunda-feira (31) às 20h00 de Brasília.

 

FICHA TÉCNICA:


SÃO PAULO 2 X 0 PONTE PRETA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo


Data: 22 de outubro, sábado


Hora: 17 horas (de Brasília)


Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)


Auxiliares: Clovis Amaral da Silva e Cleberson Nascimento Leite (ambos de PE)


Cartões Amarelos: Roger (Ponte Preta)


Público e renda: 49.673 pessoas e R$ 600.541,00


Gols: São Paulo – Cueva, aos 11 minutos do primeiro tempo e David Neres aos 36 do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Wesley, Lyanco, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes e Cueva; David Neres (Wellington), Kelvin (Luís Araújo) e Pedro (Chavez).
Técnico: Ricardo Gomes

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; Wendel (Thiago Galhardo), João Vitor e Maycon; Clayson, Roger (William Potker) e Rhayner.
Técnico: Eduardo Baptista

 

Fala colunista!!

Primeiro é preciso agradecer pelo preço do ingresso, tem gente reclamando, falando que o SPFC só consegue LOTAR estádio assim. Eu prefiro agradecer, afinal o futebol é do POVO e a periferia tem que ter direito a pagar R$5,00, R$ 10,00, R$20,00 para ver seu time jogar e vencer. Além disso, o Morumbi é quitado, se o São Paulo quiser fazer jogos com portões abertos, isso só vai desrespeitar a ele!

Já sobre a vitória de sábado, foi mais do que importante, foram os 6 pontos decisivos para livrar o Soberano do Z-4. Ganhar da Macaca no Morumbi é rotina para gente, mas com a falta de vontade que o elenco limitado vinha apresentando, o torcedor chegou a ter uma pequena dor de cabeça... Que já passou e agora dá para respirar muito mais aliviado. O foco agora é vencer o maior número de jogos possíveis para quem sabe lutar por uma vaguinha na libertadores, o mais importante no momento foi reafirmar #TIMEGRANDENÃOCAI!  

 

Por Jéssica Nogueira

Curta Blog Mulheres em Campo