Os deuses do futebol abençoaram este empate!

Com direito a show de Marcelo Carné, Juventude segura empate e decide em casa

 


Nesta quinta-feira (04), o Juventude foi até o estádio Engenhão enfrentar o Botafogo pela Terceira Fase da Copa do Brasil. A primeira partida acabou empatada pelo placar de 1 a 1. Sendo assim, ficou tudo para o Alfredo Jaconi e quá comando mi!

O primeiro tempo foi nosso, graças a bela estreia de Paulo Sérgio (que podia ser perfeita, se ele não conseguisse uma expulsão desnecessária) e ao brilho de Denner (que não surpreende ninguém por isso). O gol, que veio dos pés do ‘novo centroavante’, nos dava a vantagem. Era só manter ou ampliar.

 

Paulo Sérgio, autor do gol alviverde nesta quinta-feira

(Foto: Divulgação E.C. Juventude)

 

Entretanto, não contávamos com uma penalidade máxima para o Botafogo logo no começo da segunda etapa. Aliás, lance totalmente infantil por parte de Marcelo Carné. Porém, não vou discorrer críticas a ele, pois nos salvou em diversos momentos.

Mas, já que pouparei o arqueiro, vou despejar todo meu descontentamento em Rafael Jataí e Genílson. Os dois juntos, não servem para absolutamente nada! Falhas individuais, discussões no meio da partida, cartões.

Enfim, o Juventude contou com a sorte e com a habilidade de Marcelo Carné. O Botafogo teve um caminhão de chances, mas é incompetente: amém! Agora, o alviverde precisa se endireitar! Não dá para se apequenar diante do limitado Botafogo. Botar a cabeça do lugar, o pézinho no chão, assistir a reprise de Ju x América-MG e ver que somos capazes sim!

A próxima partida está marcada para a próxima quinta-feira (11), às 19h15, no estádio Alfredo Jaconi. Um novo empate leva a disputa aos pênaltis. A vitória simples dá a classificação para o time vencedor. Seremos nós! Aos jogadores: confiem no potencial de vocês, que nós faremos a nossa parte!

 

Por: Carol Freitas