OS OLHOS GOONERS SANGRAM

Só porque eu havia falado que se o Arsenal jogasse com o time titular completinho e bonitinho o West Ham não teria chances, Unai Emery vai lá e escala o time mais horrendo que já vi nessa temporada. Sério, dá a impressão que ele QUER sabotar o time, que raio de escalação foi essa? Dá uma olhada nessa aberração:

(Foto: Reprodução Internet)

Niles e Iwobi de titulares. Xhaka e Guendouzi jogando juntos. Sem Torreira nem Ozil nem Ramsey. Na hora que eu vi essa escalação, já desanimei total para o jogo.

E não desanimei à toa. Só que foi ainda pior do que eu esperava, porque não apenas esses quatro fizeram o que era esperado deles (jogar mal), mas o time inteiro estava lamentável ontem. E o pior de tudo é que não estavam apenas jogando mal, estavam também naquela falta de vontade nojenta da época do Wenger, só passeando em campo, numa preguiça de marcar que dava a impressão que ninguém estava pouco se lixando com nada.

No primeiro tempo a gente não tinha meio de campo. A dupla Xhaka + Guendouzi é completamente inútil: Xhaka só tem alguma utilidade quando joga mais pra frente, dando passes e lançamentos, porém ele só consegue fazer isso quando tem Torreira pra proteger a retaguarda. Deixar o Xhaka pra marcar e o Guendouzi mais solto auxiliando na armação das jogadas é simplesmente ridículo, porque nenhum dos dois consegue cumprir esses objetivos (Guendouzi aliás, acho que não consegue cumprir objetivo nenhum, mas enfim).  Não precisa ser técnico de futebol para notar isso. Entendo que Torreira precise descansar e blablabla, mas essa dupla aí não dá, não tem como.

Aliás, essa insistência do Unai em escalar esse time bisonho quando temos Ramsey e Ozil no banco (apesar que nem no banco o Ozil estava ontem) está afundando a equipe. Temos ZERO criação no meio de campo quando eles não estão presentes. Às vezes ainda rola uns lampejos de lucidez do Xhaka, e alguns avanços pela esquerda com Kolasinac, mas no geral o que se vê é uma incapacidade enorme de fazer a bola chegar nos nossos atacantes.

Prosseguindo, logo no início do segundo tempo tomamos gol do jovem Rice, resultante de uma c*gada do Xhaka (estão se acumulando já):  em vez de tirar a bola cruzada por Felipe Anderson pro lado ou pra trás ou pra pqp que fosse, o imbecil cabeceia a bola pra frente, NOS PÉS de Nasri, que só rolou para o Rice sozinho chutar pro gol.

(Foto: www.abola.pt)

Na sequência, Unai ainda tirou Xhaka, Niles e Mustafi e colocou Torreira, Ramsey e Bellerin, mas de nada adiantou e não conseguimos buscar o empate. No entanto vale mencionar que assim que colocou Ramsey o time quase que imediatamente criou oportunidades de gol, que só não foram concretizadas porque, como disse anteriormente, o time inteiro estava uma draga ontem.

Ou seja: está na hora de Unai Emery engolir esse orgulho besta e começar a pensar na equipe mais do que em si mesmo, pois a paciência da torcida Gooner está começando a se esgotar. Deixar jogadores essenciais à equipe de fora só pra mostrar quem é que manda, é de um egocentrismo ridículo. Está começando a parecer um certo técnico português que queria ser mais importante que o time...

Nossa próxima partida é dia 19/01, contra o Chelsea, equipe com a qual disputamos diretamente a 4ª colocação e vaga para a Champions League. Jogamos em casa e obviamente precisamos vencer. Mas... assim tá difícil né!

COYG!

(p.s.: Alguém me explica como Unai deixou Guendouzi os 90 minutos em campo ontem? 24 horas se passaram e ainda não consegui pensar em nenhuma razão minimamente aceitável para isso).

Por Bárbara Ayres