OUTRO EMPATE, E A VITÓRIA CADÊ?

 

E agora, são treze jogos sem vencer, TREZE MEU DEUS DO CÉU, e mais uma vez, a Chapecoense saiu na frente no placar e deixou o adversário empatar. 

Não há nem mais o que comentar sobre essa situação, a esperança de dias melhores até existe, mas o desânimo é maior. Pelo menos o time está jogando até que bem e lutando até o último minuto, mas a pontaria é que está feia, e as furadas da defesa então, MINHA NOSSA SENHORA QUE DESESPERO. O que resta é se manter ao lado do time e como diz o próprio hino do clube:

“[...] nas alegrias e nas horas mais difíceis [...]”

 

Sobre a partida: 

Nem um minuto do primeiro tempo e a Chape já levou um baita susto; o Fluminense foi para o ataque,  ... chutou para o gol, João Ricardo defendeu e soltou a bola, Yony González chuta a bola que bate na trave e volta e Nenê chuta pela terceira vez e a bola vai pra fora, como diz o ditado, essa bola o torcedor tirou com os olhos. 

Durante o primeiro tempo o adversário foi mais ofensivo e arriscou mais, e a Chape, se defendeu , tentou avançar no contra ataque sem muito sucesso e por vezes contou com a sorte para não sair atrás no placar. 

O Verdão do Oeste estava concentrado em não deixar a bola entrar e aproveitar o contra-ataque, e foi assim que aos 26’ do primeiro tempo, em um contra-ataque, Bruno Pacheco deu uma arrancada na defesa da Chapecoense e em velocidade pelo lado esquerdo do campo, cruzou a bola (que tava mais para um passe) e Everaldo de cabeça manda para o fundo da rede. O adversário continuou atacando, mas a primeira etapa terminou com a vitória parcial do visitante.

O segundo tempo começa no mesmo ritmo do primeiro tempo e já aos 6’ em uma furada da zaga verde e branca, Marcos Paulo manda para o fundo da rede e empata o jogo. O que se seguiu foi o mesmo que o primeiro tempo, os donos da casa com maior posse de bola, lances de perigo para ambos os lados, mas nada de gol.

A partida terminou empatada com um golzinho pra cada lado. A Chapecoense somou mais um ponto na tabela, agora são 18, o que não fez muita diferença, já que o Verdão do Oeste permanece na zona do rebaixamento e vice lanterna do campeonato.

 

C:\Users\AnaCarolina\Documents\Bluetooth Folder\facebook_1572133838411.jpg

(Foto: Márcio Cunha/Divulgação/Facebook/Chapecoense)

 

Informações técnicas: 

A partida ocorreu na noite de sábado, 26 de outubro de 2019, às 19h30 (horário de Brasília), contra a equipe do Fluminense, no Maracanã, Rio de Janeiro, RJ; e foi válida pela vigésima oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

A Chape entrou em campo com: João Ricardo; Eduardo (cartão amarelo e substituído aos 29’ do segundo tempo para a entrada de Renato), Rafael Pereira (substituído aos 20’ do segundo tempo para a entrada de Iago), Maurício Ramos (cartão amarelo aos 20’ do primeiro tempo) e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo e Camilo (substituído aos 22’ do segundo tempo para a entrada de Dalberto); Roberto, Henrique Almeida e Everaldo.

A arbitragem foi de Savio Pereira Sampaio (DF), os assistentes Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF), e p arbitro de vídeo Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).

 

Somos mais que 11... Somos #CHAPE

Ana Carolina Teixeira