Outubro rosa: Por uma causa justa.

O mês de outubro é conhecido por ser o mês de combate e conscientização ao câncer de mama, doença que mata milhares de mulheres todos os anos. O câncer de mama representa 25% de todos os tipos de câncer diagnosticados em mulheres, segundo o INCA. E o diagnóstico precoce é essencial para a luta contra a doença.

 

No decorrer do mês muitas ações foram feitas para conscientização do público feminino e neste ano pudemos notar uma adesão maior à campanha no meio do futebol. Clubes e torcidas fizeram a diferença com belas iniciativas dentro e fora de campo.

 

Em um meio tão masculinizado quanto o futebol, aos poucos as mulheres vão ganhando espaço, e apesar de não serem maioria – ainda – dão conta do recado tanto quanto os homens e ainda mais em uma causa justa como o Outubro Rosa, elas também fizeram sua parte na campanha.

 

O clássico contra o Palmeiras no último sábado (29), na Vila Belmiro também marcou uma bela ação da TORCIDA JOVEM FEMININA DO SANTOS, que contou com integrantes da torcida usando acessórios e fitinhas rosas a fim de chamar atenção para a causa e mostrar que os femininos das torcidas também tem voz.

 

Arquivo Pessoal

 

Uma das idealizadoras, conversou com o Blog a respeito da ação:

 

"A importância da ação é levar a conscientização das mulheres a fazer o exame, pois o quanto antes ter o resultado, se positivo é mais 'fácil' a luta e o tratamento da cura... Acho que juntando as meninas a visibilização fica mais evidente e chama mais a atenção de todos, pois não foi apenas de mulheres e sim dos homens que têm esposas, namoradas, e alguém da família."

 

E como você enxerga as mulheres tomando conta a cada vez mais de um meio tão masculinizado quanto o do futebol?

 

"Nossa... é um sonho ver a arquibancada cada vez mais cheia de mulheres, e não só o corpo presente e sim pelo entendimento do futebol e tudo que cerca o seu time.... Ainda temos que lidar com um certo preconceito e muitas das vezes vem através de mulheres... SOMOS A RESISTÊNCIA e tenho certeza que um dia a igualdade e a aceitação vão estar no meio de nós."

 

Lugar de mulher é onde ela quiser!

 

Carolina Ribeiro