PALMAS AO POVO SENEGALÊS: O LEÃO RUGIU!

 

 

“Fibres de mon coeur vert”, (fibra do meu coração verde), diz o hino de Senegal! E diante da Polônia em Moscou, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo, o que não faltou foi fibra!

Eis que em solo russo, reluziu o sorriso negro! A vitória dos Leões de Teranga, animaram os torcedores, que ditaram o ritmo da festa com palmas, enquanto em campo os jogadores dançaram, seguindo a tradição africana!

 

 


Festa Senegalesa! Foto: FIFA

 

 


Além de ser a única seleção Africana a somar três pontos na rodada inicial, Senegal repetiu o feito de vencer o jogo inaugural e de quebra ficou com a liderança do grupo H, ao lado do Japão, que derrotou a Colômbia, mais cedo. Em 2002, com o atual treinador, Aliou Cissé, como capitão, os leões derrotaram a poderosa França e no fim ficaram com a classificação. Em um grupo equilibrado, o primeiro passo para repetir o feito, foi dado com maestria!

 

 


Cissé soube comandar a equipe. Foto: Gazeta Esportiva

 

 


Mais efetiva quando teve a bola,  a seleção senegalesa investiu na troca de passes e nas jogadas de contra-ataque, enquanto os poloneses, chefiados por Lewandowski, administravam a partida. Niang, livre, perdeu uma incrível chance, depois de passe de Sabaly, mas sua redenção viria na etapa complementar.

A insistência e a calma dos comandados de Cissé, surtiu efeito, quando Gueye chutou de fora da área, a bola resvalou no zagueiro Thiago Cionek, brasileiro naturalizado polonês, e foi morrer no fundo das redes! 1x0! A arbitragem assinalou gol contra.

Na volta do intervalo, Lewandowski, tentou puxar o ataque polonês e o time melhorou. Em cobrança de falta, o goleiro Ndiaye fez belíssima defesa e manteve Senegal a frente do marcador. Mas depois de bobeira na zaga polonesa, Senegal conseguiu ampliar o placar com Niang! O camisa 19, estava na lateral do campo, quando a bola sobrou, ele partiu em velocidade, deixando para trás o goleiro Szczesny, tendo apenas o trabalho de empurrar pras redes. 2x0.

 

 


Niang marcou o segundo gol. Foto: Veja

 

 


Já no finalzinho da partida, a Polônia conseguiu diminuir o placar. Após falta cobrada na área, Krychowiak, mandou para gol. O tento até animou os europeus, mas os leões souberam controlar a partida. 2x1 Senegal!

Senegal não venceu somente a Polônia. Venceu também todo o favoritismo europeu e a desconfiança da mídia.

 



Por Mariana Alves.