Palmeiras x Cruzeiro

 

Sem conseguir vencer há cinco rodadas, Palmeiras crava o seu lugar exatamente no meio da tabela e longe, muito longe do G4...

 

O Palmeiras recebeu o Cruzeiro em casa, ontem (21/11), pela 36º rodada do Brasileirão.

O jogo começou equilibrado, mas o Palmeiras, que foi escalado com um time misto, em virtude das decisões da Copa do Brasil, apresentou, além dos mesmos erros que vem preocupando a torcida, a falta de entrosamento óbvia, desses jogadores.

Isso favoreceu o Cruzeiro, que começou a impor o seu ritmo de jogo, conseguindo boas e perigosas jogadas e chamando a atenção, pela facilidade com que seus jogadores armavam o contra-ataques e rapidamente penetravam a área palmeirense, sempre muito aberta!

:

foto: Marcello Zambrana

Aos vinte minutos, num desses bons lances, o garoto João Pedro falha de forma grotesca e deixa o atacante Marcos Vinícius na cara do gol, sem defesa para o goleiro Fernando Prass; o Cruzeiro marca e sai na frente.

No segundo tempo, como tem sido em quase todos os jogos, o Palmeiras voltou melhor, e conseguiu ir para cima do adversário de uma forma um pouco mais consistente, mas o Cruzeiro que continuou muito ofensivo, quase marca novamente, não fosse as brilhantes defesas de Prass, que sem dúvida, foi o nome do jogo, salvando o Verdão.

Aos vinte e cinco minutos, Egídio consegue cruzar com precisão dentro da área cruzeirense e acha o oportunista Barrios, que faz um belíssimo gol de cabeça, característica marcante do time de Marcelo Oliveira.

A torcida explode num só grito e põe o time para frente, esperançosa de uma possível virada, mas o time apresenta muitos erros de finalização e o jogo termina empatado.

Meio da tabela, desempenho meia-boca e a perigosa tarefa de adiar o bom futebol para o meio da semana...

Só uma coisa não está pela metade aqui, a expectativa da torcida alviverde! Se já estava grande, cresceu ainda mais e está inteira concentrada e canalizada para a Copa do Brasil.

 

Alê Moitas