Para quem não acreditava... Estamos na semifinal!

(Foto: Quentes da Jaconera)
 
Noite de terça-feira (12), com bom público no Estádio Alfredo Jaconi, o verdão recebeu a equipe do Ypiranga para disputar quem passaria para as semi-finais. O Ypiranga vinha de uma boa vitória na estreia da Copa do Brasil e o verdão não vencia à 6 jogos. Era de não se acreditar muito em uma vitória alviverde, mas o verdão não só venceu a partida de goleada, como já praticamente decidiu o jogo no primeiro tempo.
 
No primeiro tempo o Ypiranga nem teve espaço, pois o Juventude já inciou com tudo e logo aos 6 minutos já abriu o placar com jogada que começou com Roberson, que carregou pela ponta esquerda e cruzou para Hugo que recebeu, dominou dentro da área, girou e conseguiu dar um toque sutil para Bruno Ribeiro, que marcou o primeiro do verdão. O Ypiranga mal conseguiu se estabilizar no jogo e o Juventude já pressionava novamente, aos 13 minutos após a cobrança de escanteio, Roberson aproveitou o rebote e chutou de primeira, direto no canto direito do goleiro.
 
Com dois gols de vantagem o Juventude continuou buscando mais, aos 19 minutos, Bruno Ribeiro recebeu a bola de Roberson, e girando sobre o marcador acabou sendo derrubado dentro da área, o juiz marcou o pênalti e na cobrança Hugo marcou o terceiro do time alviverde, que já garantia a classificação para a próxima fase.
 
No segundo tempo, o Juventude poderia ter apenas segurado o resultado, mas seguiu buscando cada vez mais, com a marcação bem encaixada e mostrando bom domínio de jogo novamente aos 6 minutos veio uma boa chance de gol, quando Dieguinho avançou pela esquerda e chutou cruzado, para a defesa do goleiro, e aos 11 minutos, o atacante teve nova chance, mas finalizou para fora. 
 
Logo depois, aos 19 minutos, Roberson tocou para Bruno Ribeiro, que chutou. No meio do caminho, a bola desviou na zaga e quase encontrou as redes do goleiro Carlão. E a pressão do Juventude continuou, aos 24 minutos, Sassá recebeu o cruzamento de Helder e finalizou prensado, à direita. Com 32 minutos, o Juventude protagonizou um lance que encheu a torcida de entusiasmo. Wallacer recebeu de costas para a marcação e, com um toque sutil de calcanhar, deixou Bruno Ribeiro na cara do goleiro. O meia finalizou forte, no alto, à esquerda do gol, em grande oportunidade.
 
O Ypiranga até tentou aparecer um pouco no jogo, levando pouco perigo ao ataque, e aos 41 minutos, Jessé recebeu o cruzamento e cabeceou para o gol, descontando para o Ypiranga. Os poucos torcedores presentes mal comemoraram o gol e o verdão já estava no ataque novamente. Aos 43 minutos Roberson roubou a bola do adversário no meio campo e avançou até ficar cara a cara com o goleiro. Com tranquilidade e frieza, só desviou no canto do goleiro, para fechar o placar, 4 x 1 para o Juventude. 
 
E a torcida fez a festa durante todo o jogo, com direito a puxar a multidão para cantar o hino do clube saindo do estádio todos juntos.
 
O Juventude enfrenta o Grêmio no dia 21 de abril, no Jaconi, no primeiro jogo da semifinal. A volta será no dia 24, na Arena. E no dia 26, o Verdão recebe o Tocantinópolis, pela Copa do Brasil. O intervalo entre os três jogos é pouco, e depois da última atuação, basta o torcedor acreditar, o Juventude pode sim chegar a final e quem sabe, até ganhar este Gauchão!
 
Escalação
 
JUVENTUDE
Elias; Helder, Klaus, Heverton, Pará, Wanderson, Itaqui, Bruno Ribeiro, Hugo (Wallacer), Dieguinho (Sassá), Roberson.
Técnico: Antônio Carlos Zago
 
YPIRANGA
Carlão; Marcio, Negretti, Wesley, Gonçalves (Léo), Jessé, Daniel, Ernani, Raphael Alemão, Tulio Renan (Lucas Drama), João Paulo
Técnico: Leocir Dall'Astra
 
ARBITRAGEM
Árbitro: Márcio Coruja
Auxiliares: Carlos Henrique Selbach e Élio Nepomuceno Júnior
 
Fernanda Andreazza