Para se manter no topo!

 

 

 

Amanhã (3) o Clube de Regatas do Flamengo recebe o Corinthians pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O atual líder pega o campeão da edição passada. É o jogo das duas maiores torcidas do país. Partida que vale a manutenção da (nossa) liderança! Afinal, tem gente atrás grudando e não nos deixa sequer respirar. Entretanto para se manter no topo é necessário continuar ganhando, como em tudo na vida. Bem, a fase do time está ajudando e empolga a Nação rubro-negra. A expectativa é de casa cheia de novo. Ah, por favor rivais, não provoquem, o Maraca é sim nossa casa!

 

 

(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

 

 

 

Sem nenhum jogador suspenso, o time deve continuar o mesmo. Cuellar ainda fica de fora e dá lugar a Jonas. Leo Duarte é dúvida, graças a contusão que teve no jogo passado. As nulas alterações causam um certo alívio para o treinador Barbieri e ajudam bastante na hora de manter a regularidade.

 

 

(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

 

 

 

Com a necessidade de vencer, o time parece focado e já entendeu que precisa conquistar os três pontos para manter a posição. A gente só quer que essa fase boa fique pra acalentar as decepções que sofremos nos últimos anos, então só continua Mengão do nosso coração! Que essa taça e as outras, a gente conquiste!

 

 

Possível escalação do Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Thuler, Rhodolfo, Renê, Jonas, Éverton Ribeiro, Diego, Lucas Paquetá, Vinicius Junior e Henrique Dourado.

Arbitragem: Anderson Daronco (árbitro), Rafael da Silva Alves (assistente um), Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (assistente dois), Michael Stanislau (quarto árbitro).

 

 

A partida acontece pela nona rodada do Brasileirão. O Corinthians está na terceira colocação com 14 pontos, já o Flamengo soma 17 e está em primeiro. Por ainda estar no começo, a tabela pode mudar a cada jogo. A gente só precisa fazer nosso dever de casa e com o apoio do nosso décimo segundo jogador, que estará em peso e fazendo a festa, fica menos difícil. Então vamos Flamengo!

 

 

(Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)

 

 

 

Por Paula Barcellos