PARABÉNS CHAPECOENSE

Hoje é um dia especial para o futebol Catarinense, para o futebol brasileiro. É o aniversário de um dos clubes mais queridos do Brasil. A Chape está completando 46 aninhos de fundação, uma criança no mundo de futebol, mas que já passou por tantas coisas e tantas histórias.

No Brasil é conhecida principalmente por sua rápida ascensão e principalmente por sempre se manter no topo. Nascida em 1973, em 1977 conquistou seu primeiro título catarinense, ao todo foram seis, 1977, 1996, 2007, 2011, 2016 e 2017. Em 2006 foi campeã da Copa Santa Catarina. Em 2009 começou a ascensão em nível nacional, disputou a Copa do Brasil e acesso a série D do Brasileirão, com a classificação ainda em 2009, subiu pra Série C onde disputou em 2010. Em 2011 disputou a Copa do Brasil. Já em 2012 conquistou o direito de disputar a Série B em 2013, e em 2014 alcançou o maior feito o acesso para Série A, onde disputaria em 2015.

E então mais um feito inédito, a Taça Sul-Americana onde a equipe chegou brilhantemente nas quartas de finais, foi derrotada pelo River Plate, mas ainda assim escreveu seu nome na história, principalmente por ser sua primeira participação em competições internacionais.

Em 2016, início da segunda participação na Sul-Americana, onde jogos emocionantes aconteceram e na semifinal contra o San Lorenzo a Chape chegou a glória, na partida de ida na Argentina, 1 x 1, na volta o goleiro Danilo fez defesas épicas, inclusive uma no último minuto de jogo. E sim o Verdão estava classificado para a final, isso mexeu com todos os brasileiros, torcedores ou não da Chapecoense, pela sua história, garra, vontade e dedicação.

Foto Marcio Cunha - ACF

Mas, na noite de 29 de novembro, quando a delegação ia para a Colômbia, disputar a primeira partida da final, a grande tragédia, o avião que levava a equipe, comissão, dirigentes, jornalistas e convidados, bateu e caiu, foram 71 mortos e 6 sobreviventes. Muita comoção no mundo inteiro, e em um ato de solidariedade, a Chapecoense foi declarada campeã após o Atlético Nacional solicitar a entrega da taça à equipe.

Em 2017 foi o ano da reconstrução, equipe montada em tempo recorde, o bicampeonato do Estadual, estreia na Libertadores, Recopa da Sul-Americana, muito trabalho e dedicação.

A equipe está dentre as que depois que chegaram a Série A nunca foram rebaixadas, e continua levando sua torcida apaixonada para a Arena Condá.

Foto: Luciano Pires - portalcafebrasil

Eu como brasileira também tenho um carinho especial pela Chapecoense, mas diferentemente da maioria dos brasileiros que não são catarinenses, meu carinho não surgiu da tragédia e sim em 2009 quando meu pai recebeu uma proposta para trabalhar em Chapecó, e em casa como somos todos apaixonados por futebol, logo fomos saber sobre a equipe da cidade, e era uma equipe em evidente ascensão, que estava apaixonando sua torcida cada vez mais.

Lembro quando meu pai foi a primeira vez a Arena Condá, e nos ligou dizendo que tinha um índio gigante na frente do estádio, ele comprou camisa da equipe, e trouxe pra nós um pouquinho da paixão da cidade pela equipe, e desde então considerei a Chape como minha equipe xodó. Quando aconteceu a tragédia, nossa, como me abalou, aliás acredito que a todos, né, e esse carinho só aumentou.

Hoje me sinto muito muito honrada em ser colunista (pelo menos por enquanto) dessa equipe, e poder me dedicar um pouquinho que seja a ela.

Parabéns Associação Chapecoense de Futebol, muitos anos de glória, futebol, honra e títulos.

Vamos, Vamos Chape!

 

Por Kelly Cristine Janiro