Peixe afasta zica e segue firme no G4

Com direito a chuva forte, dois apagões e um show fora de campo da torcida alvinegra, o Peixe conquistou sua terceira vitória consecutiva ao vencer por 3x2 o Santa Cruz, lanterna da competição. Em comparação as situações das duas equipes, o jogo aparentemente seria fácil para o Santos, e de início até foi, mas o espírito de Robin Hood em partidas contra equipes do Z4 parecia que ainda estava presente e a preocupação de perder pontos "bobos" foi grande.

Um belo público tomou conta do Pacaembu no final da tarde deste domingo, a euforia era grande, e com os jogos da rodada a favor, uma vitória alvinegra faria a equipe se firmar entre os 4 primeiros do campeonato. Mas, como disse anteriormente neste texto e até mesmo no pré-jogo, os tropeços do Santos no campeonato foram especialmente para equipes da parte de baixo da tabela. As vezes, até parece que o Santos dá uma relaxada quando joga com equipes assim e ontem não foi diferente.

O Peixe abriu o placar logo cedo, aos 4 minutos de jogo, com Copete, numa sobra, após cabeceio de Ricardo Oliveira. Melhor no jogo, a equipe santista ainda pressionou por um tempo, teve oportunidade de ampliar o placar e depois relaxou, recuando, o que é algo que tem se tornado frequente - mesmo com pequenas vantagens - nas partidas. A primeira etapa terminou com 1x0 no placar, uma vitória parcial importante, mas que dava pra ampliar!

A etapa complementar demorou para ser iniciada por conta de uma queda de energia no estádio, e se dentro de campo o "espetáculo" foi paralisado, nas arquibancadas foi iniciado um. A torcida santista deu show não parando de cantar e apoiar a equipe mesmo embaixo de chuva.

FOTO: Retirada da Internet

Após 20 minutos de paralisação, a bola voltou a rolar e a equipe do Santa Cruz retornou melhor e empatou a partida aos 12 minutos com Keno, após uma bobeada do lateral direito Victor Ferraz. A partir daí, o Santa foi pra cima em busca da virada criando boas oportunidades de gol, mas que sempre paravam na muralha alvinegra, Vanderlei.

Quando o cronômetro marcava 19 minutos houve outra queda de energia e, desta vez, a partida foi paralisada por 15 minutos. Após o retorno, o Santos voltou mais ligado e conseguiu chegar ao segundo gol com Jean Mota em uma bela assistência de Ricardo Oliveira.

O alívio de estar na frente do placar não durou muito e os minutos finais foram emocionantes. Aos 40 minutos, o Santa Cruz chegou ao empate mais uma vez com Keno. Porém, nem deu muito tempo de digerir o empate do Santinha, pois aos 41, Vitor Bueno acertou um chute, fazendo um GOLAÇO de fora da área. Fazendo a festa da nação e tirando o peso das costas do time de perder pontos de bobeira. Fim de jogo, Santos 3x2 Santa Cruz.

FOTO: Ivan Storti

A partida poderia ter sido decidida mais cedo, o Santos vacilou muito e tomou um sufoco desnecessário sendo que tinha a superioridade dentro de campo. Graças ao golaço de Bueno, artilheiro da equipe no Brasileiro, saímos vencedores da partida, senão estaríamos amargando a perda de 2 pontos importantes.

O resultado da partida fez o Peixe chegar aos 45 pontos, ocupando a quarta colocação e com uma certa folga de 4 pontos para o quinto colocado, Corinthians. Além disso, a diferença do Santos para o líder Palmeiras é de apenas 6 pontos. E aí, ainda dá para sonhar com o enea? A vaga na Libertadores 2017 já é realidade?

O Alvinegro retornará a campo pelo Brasileirão no próximo sábado (24), às 18h30, contra o Sport na Ilha do Retiro. Mas antes disso, terá um confronto valendo vaga nas quartas de finais da Copa do Brasil contra o Vasco, na próxima quarta (21), em São Januário.

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!

Por Carolina Ribeiro

Curta Blog Mulheres em Campo

 
Com direito a chuva forte, dois apagões e um show fora de campo da torcida alvinegra, o Peixe conquistou sua terceira vitória consecutiva ao vencer por 3x2 o Santa Cruz, lanterna da competição. Em comparação as situações das duas equipes, o jogo aparentemente seria fácil para o Santos, e de início até foi, mas o espírito de Robin Hood em partidas contra equipes do Z4 parecia que ainda estava presente e a preocupação de perder pontos "bobos" foi grande.
 
Um belo público tomou conta do Pacaembu no final da tarde deste domingo, a euforia era grande, e com os jogos da rodada a favor, uma vitória alvinegra faria a equipe se firmar entre os 4 primeiros do campeonato. Mas, como disse anteriormente neste texto e até mesmo no pré-jogo, os tropeços do Santos no campeonato foram especialmente para equipes da parte de baixo da tabela. As vezes, até parece que o Santos dá uma relaxada quando joga com equipes assim e ontem não foi diferente.
 
O Peixe abriu o placar logo cedo, aos 4 minutos de jogo, com Copete, numa sobra, após cabeceio de Ricardo Oliveira. Melhor no jogo, a equipe santista ainda pressionou por um tempo, teve oportunidade de ampliar o placar e depois relaxou, recuando, o que é algo que tem se tornado frequente - mesmo com pequenas vantagens - nas partidas. A primeira etapa terminou com 1x0 no placar, uma vitória parcial importante, mas que dava pra ampliar!
 
A etapa complementar demorou para ser iniciada por conta de uma queda de energia no estádio, e se dentro de campo o "espetáculo" foi paralisado, nas  arquibancadas foi iniciado um. A torcida santista deu show não parando de cantar e apoiar a equipe mesmo embaixo de chuva.
 
Após 20 minutos de paralisação, a bola voltou a rolar e a equipe do Santa Cruz retornou melhor e empatou a partida aos 12 minutos com Keno, após uma bobeada do lateral direito Victor Ferraz. A partir daí, o Santa foi pra cima em busca da virada criando boas oportunidades de gol, mas que sempre paravam na muralha alvinegra, Vanderlei.
 
Quando o cronômetro marcava 19 minutos houve outra queda de energia, e desta vez, a partida foi paralisada por 15 minutos. Após o retorno, o Santos voltou mais ligado e conseguiu chegar ao segundo gol com Jean Mota e uma bela assistência de Ricardo Oliveira.
 
O alívio de estar na frente do placar não durou muito e os minutos finais foram emocionantes. Aos 40 minutos, o Santa Cruz chegou ao empate mais uma vez com Keno. Porém, nem deu muito tempo de digerir o empate do Santinha, pois aos 41, Vitor Bueno, acertou um chute, fazendo um GOLAÇO de fora da área. Fazendo a festa da nação e tirando o peso das costas do time de perder pontos de bobeira. Fim de jogo, Santos 3x2 Santa Cruz.
 
A partida poderia ter sido decidida mais cedo, o Santos vacilou muito e tomou um sufoco desnecessário sendo que tinha a superioridade dentro de campo. Graças ao golaço de Bueno, artilheiro da equipe no Brasileiro, saímos vencedores da partida, senão estaríamos amargando a perda de 2 pontos importantes.
 
O resultado da partida fez o Peixe chegar aos 45 pontos, ocupando a quarta colocação e com uma certa folga de 4 pontos para o quinto colocado, Corinthians. Além disso, a diferença do Santos para o líder Palmeiras é de apenas 6 pontos. E aí, ainda dá para sonhar com o enea? A vaga na Libertadores 2017 já é realidade?
 
O Alvinegro retornará a campo pelo Brasileirão no próximo sábado (24), às 18h30, contra o Sport na Ilha do Retiro. Mas antes disso, terá um confronto valendo vaga nas quartas de finais da Copa do Brasil contra o Vasco, na próxima quarta (21), em São Januário.
 
VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!
 
Carolina Ribeiro