Perdendo até pênalti, Inter vence e garante o 3º lugar

(Foto: Ricardo Duarte)

O Inter foi superior durante todo o jogo. A vitória sobre o Glória na tarde de domingo por 3x0 deu tranquilidade para a equipe colorada. O confronto ocorreu horas depois da morte do diretor de futebol colorado Celso Chamun, vítima de um infarto. De luto, os colorados entraram em campo com uma tarja preta em uma das mangas da camisa.

Apesar dos desfalques do Inter, que não eram poucos, o time não deu sequer chances ao Glória. Vitinho marcou logo aos cinco minutos de jogo e mesmo com um time misto, o Inter mostrou um melhor desempenho disparado do que o Glória dentro de campo.

O treinador Argel saiu do Altos da Glória alegre com a atuação da equipe. Para o treinador, o resultado jamais foi ameaçado e seus comandados mereceram os três pontos.
Na entrevista coletiva após a partida, Argel elogiou o time destacando que o Inter impôs sua qualidade perante um adversário que lutava para não ser rebaixado. Satisfeito o técnico declarou:
Jogamos bem. Tivemos um futebol alegre. Fizemos uma partida boa, convincente. Mostramos um futebol moderno. O Glória precisava do resultado. A equipe se comportou bem, teve maturidade.

Os gols da partida foram marcados por Vitinho, Andrigo e Marquinhos (com direito a pênalti desperdiçado).

O jogo, próximo do fim, se tornou pouco emocionante. O Glória até tentou buscar o empate, mas parou em suas falhas. Os torcedores do Glória deixaram o estádio tristes com o retorno à Divisão de Acesso.

Com o resultado, o Inter ficou em terceiro com 26 pontos. Nas quartas de final, o time de Argel pega o São Paulo-RS, no domingo (10/04) às 16hs no Beira-Rio. O Glória, que volta à Divisão de Acesso, terminou em 11º com 11.

Luana Tirado