PIOR IMPOSSÍVEL...

 

No último jogo antes da parada pra copa, Vasco perdeu para o Inter, no Beira Rio.

 

O Vasco foi até o Beira-rio nesta quarta-feira (13) e não jogou nada, levando mais uma derrota no campeonato. Dessa vez para o Inter. Os gols do jogo foram marcados por Nico López e Patrick ainda no primeiro tempo e no segundo Víctor Cuesta marcou o terceiro e Andrey descontou para o Vasco. O time terminou essa etapa antes da Copa com 15 pontos e na 11° colocação. Voltamos a campo pela Copa do Brasil no dia 16 de julho, em casa contra o Bahia e pelo Brasileirão no dia 19 em um clássico diante do Fluminense.

 

Imagem: Carlos Gregório Jr/vasco.com.br

 

O JOGO:

 

Primeiro tempo mais tranquilo para o Inter impossível né? O Vasco não jogou rigorosamente nada, foi horrível... Os donos da casa foram para cima desde os primeiros minutos e não demorou muito para abrir o placar. Patrick recebeu a bola ainda no meio-campo, Luiz Gustavo ficou marcando o vento e o volante partiu sozinho. Aí foi só tocar para o Nico López chutar forte e colocar o colorado na frente, com 10 minutos.

 

O time que  já estava perdido em campo ficou mais ainda depois do gol sofrido, não  acertava nada e deu um show de passes errados. A melhor chance do Vasco no primeiro tempo foi em uma cobrança de falta, aos 40 minutos, quando Pikachu mandou uma bomba, mas Marcelo Lomba conseguiu espalmar. Só que, logo em seguida, aos 44, os donos da casa ampliaram o placar após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Patrick que mandou de primeira, 2 a 0.

 

Imagens: Carlos Gregório Jr/vasco.com.br

 

O segundo tempo mal começou e já estava o adversário quase marcando o terceiro, mas a trave apareceu pela primeira vez no segundo tempo para salvar o Vasco, após chute de Nico López. O inter diminuiu a intensidade na partida e o Vasco mesmo ainda errando passes bobos melhorou depois da entrada de Ramon. O time começou a se aproveitar dos erros do adversário e a rondar mais a área deles e de tanto insistir conseguiu chegar ao seu gol, aos 20, Depois da cobrança de escanteio de Giovanni Augusto a zaga do inter cortou mal e Andrey pegou bonito, 2 a 1.

 

Imagens: Carlos Gregório Jr/vasco.com.br

 

Não deu nem para empolgar porque aos 23 minutos o jogador Víctor Cuesta pulou SOZINHO e marcou o terceiro, um gol com o selo zaga do Vasco, 3 a 1. O cruz-maltino ainda chegou com perigo aos 28 em uma bomba de Pikachu fora da área e aos 40 com Caio Monteiro. E aos 41, em um contra ataque, Nico López recebeu sozinho, driblou Fernando Miguel, chutou, mas a trave estava lá para salvar mais uma vez. Fim de jogo e Vasco agora só depois da Copa.

 

"Mais uma vez a gente oscilou, não é a primeira vez que isso acontece. Em alguns jogos durante a competição, a gente faz um tempo muito bom e o outro não. Desta vez fizemos um primeiro tempo de esquecer e recuperamos no segundo, tivemos chance de empatar. Temos essa parada para melhorar no quesito de bola parada. Às vezes chegamos na frente para fazer o gol, mas deixamos a desejar lá atrás" (Yago Pikachu).

 

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 1 VASCO

 

Data: 13/06/2018 (quarta-feira)

 

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

 

Árbitro: Raphael Klaus

 

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Rogerio Pablos Zanardo

 

Renda: R$ 563.585,00

 

Público: 22.278 (19.733 pagantes)

 

Cartões amarelos:  Patrick (INT), Fabiano (INT);

 

Gols: Nico López,  (Inter), aos 11 minutos do primeiro tempo; Patrick,  (Inter), aos 44 minutos do segundo tempo; Andrey, (Vasco), aos 20 minutos do segundo tempo; Victor Cuesta,  (Inter), aos 25 minutos do segundo tempo;

 

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Patrick, William Pottker (Camilo), Nico López e Lucca (Gabriel Dias); Leandro Damião (Brenner).

Técnico: Odair Hellmann

 

VASCO

Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Miranda, Erazo e Henrique; Desábato, Andrey e Bruno Cosendey (Ramon); Yago Pikachu e Giovanni Augusto (Evander); Andrés Rios (Caio Monteiro).

Técnico: Jorginho

 

Por Jessica Martins