PLEASE, LET ME GET WHAT I WANT!

 

Inglaterra enfrenta a Croácia, em Moscou, e só a classificação interessa

 

Os ingleses realizaram na tarde de segunda-feira, 9, o último treinamento antes da partida contra a Croácia, às 11h de quarta-feira, 11, pela semifinal da Copa do Mundo da Rússia. Apenas parte do trabalho foi aberta à imprensa e o que deu para descobrir é que o time vai 100%, sem nenhum desfalque ou problema, para a felicidade do técnico Gareth Southgate. A maior preocupação, sem dúvidas, é o meio campo da Croácia, que costuma entrar em campo bem trabalhado e fechado, dificultando a infiltração dos adversários.

 

Últimas orientações para os Três Leões antes da semifinal

(Foto: Twitter/Seleção Inglesa)

 

Para enfrentar a Croácia, os Três Leões devem entrar em campo com Jordan Pickford; Kyle Walker, John Stones, Harry Maguire; Kieran Trippier, Dele, Jordan Henderson, Jesse Lingard, Ashley Young; Raheem Sterling, Harry Kane.

Muito elogiado durante a semana por toda a imprensa mundial, o English Team chegou como uma das Seleções menos esperadas e badaladas e chega à semifinal com status de favorita ao título. O grupo é forte, bem ajustado, tem uma ótima integração, o ambiente é muito bom e tem como seu comandante um ex-jogador que entende como ninguém o quanto os ingleses precisam e merecem recuperar suas forças no futebol. Além disso, ainda pode contar com o artilheiro da competição, Harry Kane, como seu homem forte do ataque.

Em entrevista coletiva durante a semana, Southgate revelou ter traumas, da época que ainda era jogador, com a música cantada pela torcida inglesa, “Football is coming home”, mas disse achar legal ver as pessoas se divertindo com isso. O treinador também comentou que sente orgulho de ver a união dos ingleses em prol da seleção e que, após um momento tão difícil enfrentado pela nação com a separação da união europeia, é um privilégio receber tanto apoio.

 

O clima de descontração característico dos bastidores do English Team

(Foto: Reuters)

 

Não será fácil, mas a Inglaterra entrará em campo com força total. São 28 anos sem chegar à essa altura da competição e 52 anos, desde seu primeiro e único título de campeão do Mundo, sem disputar uma final. Conseguir a classificação será algo histórico e muito simbólico, fruto de muito trabalho e merecimento de um grupo bem treinado, onde sobra vontade, garra e sede de vencer. Falta pouco para que o sonho deixe de ser sonho e se torne uma realidade.

 

Que venha a Croácia! Go English Team!

Por Victória Monteiro