Ponte vai a São Paulo e arranca empate do líder Palmeiras

Tentando manter o tabu de não ter perdido no Alianz Parque, a macaca foi a São Paulo enfrentar o Palmeiras, líder do campeonato, e arrancou um empate com os donos da casa. O jogo foi válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro e terminou com um placar de 2 a 2.

Em jogo com muitas faltas, o Palmeiras saiu na frente e abriu o placar aos 15 minutos da etapa inicial. Após cruzamento rasteiro de Roger Guedes, Rafael Marques apenas empurrou para as redes. E o primeiro tempo terminou sem mais nenhuma mudança no placar.

Mas a macaca não queria saber de derrota e logo aos 6 minutos da segunda etapa chegou ao gol de empate. Wendel mandou a bola para Wellington Paulista marcar, ele que ganhou a vaga de titular após Roger ficar de fora cumprindo suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

FOTO: Site Oficial Ponte Preta

O Palmeiras voltou a ficar à frente no placar com gol de Thiago Martins aos 24 minutos, mas se enganou quem pensou que o jogo estava terminado. Novamente a macaca foi valente e buscou o empate apenas três minutos depois. Em contra-ataque rápido, Pottker deixou o seu e definiu o placar em 2 x 2.

Jogando em casa, o time alviverde foi superior e buscou a vitória na tentativa de manter a liderança do campeonato. A macaca por sua vez, como coadjuvante, mais uma vez estragou a festa. No momento a Ponte Preta ocupa a sétima colocação, com 31 pontos, mas a rodada só será finalizada na segunda feira.

O time alvinegro volta a campo no próximo final de semana para enfrentar a equipe do Corinthians. O jogo que está marcado para sábado às 16hrs (Horário de Brasília) será no estádio Moisés Lucarelli.

FICHA TÉCNICA

Gols:  Rafael Marques e Thiago Martins – Palmeiras; Wellington Paulista e Pottker – Ponte Preta.

Cartões amarelos: Thiago Martins, Thiago Santos e Rafael Marques – Palmeiras; Aranha, Nino Paraíba, Fábio Ferreira, Reinaldo, João Vítor e Thiago Galhardo – Ponte Preta;

Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vítor, Wendel (Abuda) e Maycon (Thiago Galhardo); Clayson, William Pottker (Rhayner) e Wellington Paulista - Técnico: Eduardo Baptista

Palmeiras: Jailson, Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Tchê Tchê, Cleiton Xavier (Allione) e Moisés; Róger Guedes (Thiago Santos), Dudu e Rafael Marques – Técnico: Cuca

Arbitragem: Heber Roberto Lopes (árbitro); Carlos Berkenbrock e Nadine Schramm Camara Bastos (auxiliares)

Por Li Zancheta

Curta Blog Mulheres em Campo