PONTINHO VALIOSO

Apesar de um jogo sem muitas chances de gol, para nenhumas das equipes, um ponto fora de casa, é sempre importante.

Nesta segunda-feira (26), fechando a 16ª rodada, a Chapecoense foi até o Rio de Janeiro, enfrentar o Botafogo no estádio Nilton Santos, e conseguiu segurar os donos de casa. Com o resultado, a Chape não conseguiu sair da zona de rebaixamento, está com 14 pontos, na 17ª colocação. O Botafogo está em 9º com 23 pontos.

Foto: Vitor Silva/Botafogo

A partida não foi lá das melhores, poucas chances, muitos erros, destaque para o zagueiro Gum que tirou a bola na hora certa. Com a pior defesa do campeonato, o Verdão do Oeste já está a duas partidas sem tomar gol, o que é muito importante para o setor defensivo da equipe. Conforme enalteceu Gum. “O principal foi ajudar a equipe atrás, estamos de parabéns. Já são dois jogos sem levar gol. Fomos bem, emocionalmente, em nenhum momento desequilibrando. Foi um bom jogo. Conseguimos entender a partida”.

A PARTIDA

A primeira etapa começou bastante chata, sem chances para nenhuma das equipes. Muito pela marcação. Poucas chances de lado a lado, mas a primeira boa chegada foi da Chape, aos 23’ Camilo teve boa chance, bateu rasteiro mas Gatito defendeu. Aos 26’ Diego Souza respondeu de cabeça, mas a bola foi para fora.

No fim da primeira etapa, mais uma boa chance do Verdão do Oeste, após cruzamento, Gum cabeceou para fora.

Já na segunda etapa, o Botafogo voltou melhor, e logo aos 3’ após cobrança de escanteio, Alex Santana de cabeça quase abriu o placar. Mas a Chape estava ligada na partida, e queria no mínimo esse pontinho. Aos 16’ foi a vez de Campanharo tentar. Logo em seguida, Diego Souza tirou a bola do goleiro Tiepo e tocou, a bola ia entrando, mas na hora certa Gum tirou a bola em cima da linha.

A partida seguiu sem muitas novidades, mais uma tentativa aqui, outra ali. Renato Kaizer que entrou no lugar de Augusto, após cobrar falta, pegou o rebote e mandou de canhota, mas Gatito defendeu. Quando parecia tudo acabado, nos acréscimos as equipes cresceram, primeiro Gum testou firme para defesa de Gatito, e como resposta Alex Santana de voleio tentou, mas a bola saiu.

E assim terminou no Nilton Santos, tudo igual, 0 x 0.

Foto: Márcio Cunha - ACF

Emerson Cris falou sobre a evolução da equipe. “A gente tem que exaltar. Somamos um ponto fora de casa, não tomamos gol. A gente está arrumando. Estamos mantendo a organização, o espírito de entrega dos atletas. Viemos pra cá sabendo que iríamos enfrentar uma equipe muito bem trabalhada, muito bem montada, com bons jogadores, então somamos um ponto importante para a sequência da caminhada”.

 

Jogaram pela Chapecoense:

Tiepo, Eduardo, Gum, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Márcio Araujo, Augusto (R. Kayser), Campanharo, e Camilo (Amaral); Arthur Gomes (Bryan) e Everaldo.

Técnico: Emerson Chris​

 

A próxima partida da Chapecoense será no sábado (31), às 19h, na Arena Condá contra o Santos.  

 

Vamo, vamo Chape!

 

Kelly Cristine Janiro