Pra se Firmar!

Defendendo a liderança do Brasileirão, Corinthians enfrenta o Atlético- PR na Arena da Baixada.

 

Invicto há sete jogos, o Corinthians vai em busca de mais três pontos fora de casa, para consolidar a liderança nesta 18º rodada. Com um G-4 equilibrado, qualquer deslize pode custar a liderança e até mesmo empurrar o clube para o “bolo” do meio de tabela.

Para o confronto o atacante André estará de fora pelo terceiro cartão amarelo, Lucca foi testado na posição. Danilo foi poupado dos treinamentos e sobre ele Cristóvão disse:

"Não só pela experiência, é um jogador vencedor que tem muita clareza do jogo. Tem qualidades técnicas que encaixam no nosso time, às vezes para iniciar e outras para entrar depois. Tem sido muito útil, é importante, por isso temos usado. Em relação à carreira dele, não sei o que ele pensa. Mas queremos contar com ele até o final da temporada".

Em treino na tarde da última segunda-feira, Guilherme Arana, que ficou de fora pelo tratamento de terçol, e João Paulo, recuperado de lombalgia, treinaram entre os reservas. Os dois não serão relacionados, para evitar o exame de doping. Fagner, que teve julgamento adiado atuará normalmente.


 

Arana e João Paulo treinaram normalmente, mas não serão relacionados. Foto: Daniel Augusto- Ag. Corinthians

 

Assim o Corinthians vai a campo com: Cássio, Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Romero e Lucca.

 

Detalhes: adversário e arbitragem

O alvo da vez é o Atlético-PR, sem seu principal jogador, o arqueiro Weverton, convocado pela Seleção Olímpica. O substituto de Weverton, ainda não foi definido, ficando a indefinição, entre Rodolfo e Santos.

Paulo Autuori, terá ainda as ausências do meia Nikão e do atacante André Lima, que seguem no Departamento Médico do Clube. A provável escalação do Atlético será: : Santos (Rodolfo); Léo, Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Hernani e Vinícius; Yago (Juninho), Pablo e Walter.

O trio de arbitragem será comandado pelo árbitro do Rio Grande do Sul, Anderson Daronco (FIFA), auxiliado pelos também gaúchos Elio Nepomuceno de Andrade Junior (CBF-1) e Lúcio Beiersdorf Flor (CBF-1).

 

Pitacos:

Uma dúvida ronda a minha cabeça: suspender Fagner, um mês após o confronto, contra o Flamengo? Seria uma tática de parar o Corinthians?

Outros milhões de alvinegros, devem questionar a fraca atuação da diretoria corinthiana, que além de perder as peças do elenco, contratam jogadores abaixo do esperado. Agora a possível saída é do volante Bruno Henrique, após demora na renovação de contrato. Sim, novamente contratos mal feitos poderão tirar jogadores do clube e Cristóvão, segue sem a definição de com quem poderá ou não contar.

O volante recebeu proposta do Torino da Itália, por quatro temporadas. Com  contrato se encerrando no fim de dezembro,  a multa rescisória é de 4 milhões de euros (R$ 14,4 milhões), mas o Corinthians teria direito a apenas 25% do valor, correspondente à sua fatia dos direitos econômicos.

 

Bruno Henrique recebeu proposta e pode deixar o clube. Foto: Uol. esportes


O Corinthians tenta prorrogar o contrato desde abril e não chegou a um acordo, desde então. O jogador receberia aumento salarial e o clube, 35% do passe, mas o empresario segue negociando.

Não sou fã do futebol de Bruno Henrique, mas é indiscutível a importância do volante no meio de campo alvinegro. Com 17 partidas, Bruno marcou 4 gols e é o atleta que mais desarmou na competição, sendo titular absoluto desde que Cristóvão assumiu.  

Tá na hora de acordar e garantir a tranquilidade para Cristóvão. Se o clube almeja o título, o mínimo é manter a base titular.

 

Contra tudo e contra todos, Vai Corinthians!

#RumoHepta


por Mariana Alves