PRECISANDO RESSUSCITAR SEU TIME? CHAME O MEU, ATENDEMOS A DOMICÍLIO!

Na tarde deste domingo (18), o Peixe enfrentou o Cruzeiro no Mineirão. E volta para a casa com uma derrota na mala, a segunda seguida, e ainda perdeu a oportunidade de disparar na liderança do Campeonato. Até aqui, tudo normal.

 

(Foto: Ivan Storti/SantosFC )

 

Sabe aquele jogo tranquilo, com o time dominando e sem chances de ter um ataque cardíaco? Pois é, nunca vi. Nos primeiros minutos de jogo, sem chance nem para respirar e se acomodar na cadeira para assistir, Gustavo Henrique fez falta em Pedro Rocha e foi expulso de campo. Devo confessar que não tenho condições nem de xingar esse ser neste instante. Tereré gelado para não engolir seco.

Com um a menos o jeito foi mudar, saiu Evandro para a entrada de Pará, a intenção era reorganizar a defesa. O jogo seguiu com os donos da casa atacando e o alvinegro se defendendo como podia, por vezes meu goleiro foi decisivo, salvando a meta santista. Morri, mas passo bem.

Mas é claro que eu não poderia ir para o intervalo em paz não é? Se fosse fácil não seria o Santos. No finalzinho, Fred (quem diria hein?!) abriu o placar para o time mineiro. Mérito de Rogério Ceni, inteligente, soube anular a mudança tentada por Sampaoli. Por falar no técnico alvinegro, levou um cartão amarelo nos acréscimos, não critico.

 

(Foto:Douglas Magno)

 

Segunda etapa começou com outra mudança na escalação santista (confesso que não entendi), Luis Felipe no lugar de Pará. Como desgraça pouca é bobagem, com um minuto de bola rolando, não, você não leu errado, no primeiro minuto de jogo Thiago Neves ampliou para a raposa. Eu disse que meu time iria ressuscitar esse defunto!

O alvinegro seguiu no próprio ritmo de jogo, que poderia ser descrito como “morto”, melhorou a posse de bola e não chutou ao gol, o que com certeza era o objetivo. Com a vantagem no placar, o adversário só administrou sem dar chance de reação ao time paulista. O som do apito final veio com uma sensação de alívio, como futebol faz a gente sofrer, meu Deus!

Nota pessoal: O Cruzeiro me deu presentes maravilhosos que amo de paixão. Hoje, porém, quero que vocês vão para aquele lugar. Obrigada. De nada.

Com esse resultado o Peixe segue na liderança com 32 pontos, apenas dois de diferença para o segundo colocado. Próximo desafio é no domingo (25), contra o Fortaleza na Vila Belmiro. Seguimos.

 

Por Andra Jarcem, com o Santos onde e como ele estiver.