PREPAREM OS CACHECÓIS, COUDET É DO COLORADO!

 

(Foto: GaúchaZH)

Eduardo Coudet despediu-se neste sábado (14), do Racing, após quebrar uma marca que já levava mais de 50 anos. Ao conquistar neste final de semana o Troféu dos Campeões, o técnico tornou-se um dos poucos na história do clube argentino a conquistar dois troféus no comando da equipe. Título no armário, e despedida rumo ao Sul do Brasil. 

O argentino, que já tem acerto firmado com Internacional desde novembro de 2019, assume a equipe em janeiro de 2020, mas desde seu acerto com o clube gaúcho já participou de decisões importantes para a remontada do grupo à temporada. O ex meia já mostrou conhecimento sobre o elenco fazendo apontamentos sobre jogadores que atuaram nesta temporada no clube, bem como daqueles que estiveram emprestados à outras equipes.

“Chacho”, como é conhecido, é um treinador jovem de uma leva de treinadores que conta com nomes pesados como Marcelo Gallardo, do River. É uma leva de treinadores que são ex jogadores e que têm uma postura de comando e de jogo bem específicas, praticantes de futebol ofensivo e que priorizam a posse de bola. Coudet geralmente prefere atuar com dois pontas muito abertos, um meia jogando solto e dois atacantes de velocidade.

O técnico que iniciou a carreira em 2015 teve sua estreia à beira do gramado no comando do também argentino Rosario Central, começou a temporada de 2017 no Tijuana no México onde não teve uma atuação brilhante e no meio da temporada 2017/2018 assumiu o Racing, onde levou dois títulos.

Eduardo não vem sozinho para o Internacional, o treinador tem sua própria comissão técnica que se juntará ao grupo. Seu braço direito é o auxiliar Ariel Esteban Broggi, ex-zagueiro de 31 anos que se somará à Ricardo Colbachini e Caíco, os dois auxiliares fixos do Clube. O argentino atuou no Banfield como coordenador técnico nas categorias de base. 

A equipe de Coudet composta por 4 profissionais conta também com o preparador físico Octavio Manera e seu auxiliar, Guido Cretari. Manera já passou por diversos diversos clubes na Argentina, como Rosario Central, Estudiantes, Newell's, Argentinos Juniors e Huracán. Com isso, o atual preparador físico Cristiano Nunes mudará de função, passando a coordenador do setor. Além de Manera e Guido Cretari, também junta se ao estafe de Chacho no Colorado o analista de desempenho Carlos Fernández, que trabalhará com os analistas Adílson Barros e Youssef Kanaan com captação e monitoramento dos treinos em vídeos para a avaliação do treinador.

Eduardo Coudet é um dos nomes que vem se destacando no cenário sul-americano, e apesar de jovem tem posições bem firmadas, é um técnico enérgico à beira de campo e que costuma contar fortemente com o apoio do grupo, além de gostar de trabalhar com jogadores experientes em seu plantel.

O argentino conhecido pelo peculiar cachecol aliado à camiseta de mangas curtas, assume a casamata na reapresentação do grupo que deve ocorrer em 8 de janeiro.

 

De torcedora para torcedora, Jéssica Salini