Quando o bom resultado soa como obrigação...

 

Definitivamente, o Grêmio desembarcou em solo mineiro levando consigo uma grande expectativa no que diz respeito ao seu confronto contra o América-MG. É de conhecimento de todos que as equipes vivem momentos completamente distintos no Brasileirão. Enquanto os mandantes deste domingo (31/07) ocupam a amarga última posição na tabela com 8 pontos, os gaúchos estão a dois pontos do líder Palmeiras. Para os gremistas, a 17° rodada representa uma verdadeira afirmação de quem almeja algo significativo da competição desse ano.

Essa cautela por parte do Tricolor pode parecer estranha para quem analisa genericamente a situação das equipes do confronto que ocorrerá às 18h30 no Independência. Entretanto, o fato é que os gremistas tiveram experiências pouco agradáveis nesse campeonato com adversários que também se encontravam na parte de baixo da tabela. Se por um lado os gaúchos tiveram êxito nos difíceis encontros com Santos e São Paulo, por exemplo, perderam pontos importantes nas derrotas para Vitória e Sport. Eis o motivo para a tamanha concentração necessária, a qual foi muito explanada nas entrevistas coletivas no decorrer da última semana.

Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio FBPA

 

No que diz respeito à formação do time que enfrentará o Coelho no Horto, a maior mudança na equipe encontra-se no ataque. Afastado por três semanas em função de uma lesão muscular, Éverton dará lugar a Pedro Rocha no time titular. Já o lateral esquerdo Marcelo Oliveira retoma o lugar no seu setor após cumprir suspensão na partida contra o São Paulo. Para o torcedor que anseia a estreia do recém-contratado Kannemann a notícia é de que esta ainda não ocorrerá contra o América-MG. O jogador ficou em Porto Alegre ainda aprimorando seu preparo físico e Wallace Reis continua como parceiro de Pedro Geromel na zaga.

Sendo assim, a escalação definida por Roger Machado contará com Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Wallace Reis, Marcelo Oliveira, Jaílson, Maicon, Negueba, Douglas, Pedro Rocha e Miller Bolaños. A arbitragem da partida será de Raphael Claus, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro.

Não adianta negar, vencer o América-MG soa como obrigação. Ironicamente, a pressão da afirmação como forte candidato ao título para o Grêmio vem com muito mais força quando este está prestes a enfrentar adversários considerados mais frágeis. A expectativa do torcedor Tricolor é que, ao final deste domingo, seu time tenha conseguido lidar positivamente com essa cobrança que lhe cerca. Afinal, todos estão cientes de que a conquista de três importantes pontos no Horto significam (e muito!) na reta final do primeiro turno do Brasileirão.

Cintia Menzomo