QUE JOGO FOI ESSE? FOI UM ARRASO!

Com hat-trick de Jadson, Corinthians passeia pelo Deportivo Lara e garante classificação às oitavas da Liberta

 

 

Tem jogos que a gente tá numa baita ansiedade, chega a passar mal pensando na sua importância, mas no fim fica atônita. Contra o Deportivo Lara, o clima era esse. A ansiedade, o clima de decisão imperava. Os venezuelanos tinham a seu favor, duas vitórias dentro de casa, e em um grupo tão equilibrado, impossível não ficar apreensiva. Mas tudo passou quando o árbitro apitou o início do confronto.

Assim que a bola rolou o Corinthians já foi pra cima, avassalador, sufocante. E não demorou para o primeiro gol sair.

O astro da noite, Jadson, guardou o primeiro aos 10 minutos, depois de boa jogada de Pedrinho, que puxou contra-ataque deixando a bola redondinha para o camisa dez estufar as redes. Antes de entrar, a pelota ainda carimbou a trave. Vai somando: 1x0.

O Corinthians começou a gostar do jogo. Mantuan, deixou Rodriguinho sozinho, mas o meia mandou pra fora. O jogo seguiu com o Coringão opressor! Rodriguinho foi derrubado dentro da área: Pênalti! E foi então que o torcedor venezuelano resolveu aparecer…

Os torcedores passaram a atirar objetos no gramado, um deles atingiu o goleiro Curiel, antes da cobrança. Os atletas retiraram os cacos do gramados e finalmente, Jadson foi para a cobrança. E foi certeiro! No canto, sem chances para o arqueiro! 2x0!

 

Goleiro foi atingido por cacos de vidro. Foto: Gazeta Esportiva

 

Como alegria de pobre dura pouco, o Corinthians fez o que sabe fazer de melhor: retrancar. O time parou e deu espaço para o Lara, que não desperdiçou a oportunidade. Reyes, bonito, descontou para os donos da casa. 2x1

Antes do apito final, o Deportivo ainda teve chance de empatar, mas para nossa alegria ficou isso mesmo.

Agora preparem-se!  É difícil de acreditar, mas o Coringão foi a forra!

Jadson com sede de gol marcou o seu terceiro, aos 6 minutos, não dando chance para o adversário respirar, 3x1. O gol provocou a revolta dos torcedores, que voltaram a atirar objetos no gramado, paralisando a partida por mais de dez minutos.

 

Comemoração de um dos gols de Jadson. Foto: Globo Esporte

 

Assim que o jogo foi reiniciado, Sidcley guardou o dele, depois de passe de Pedrinho. 4x1.

O Corinthians passou a perder gol atrás de gols. Carille chamou o pereba do Paulo Roberto e nesse momento já estava rezando contra a Nossa Senhora da retranca. E o Deportivo aproveitou para marcar Hernández. 4x2.

Com uma fraca cobertura nos contra-ataques, o Lara tomava pressão e agradecia a falta de pontaria alvinegra. MAs se não dá no passe, da no voleio! Romero marcou um golaço, mandando mais um grande cala boca para os críticos de plantão! Não perca as contas: 5x2!

 

Voleio de Romero. Foto: Corinthians Oficial

 

O artilheiro da noite saiu, mas mal sabíamos que o substituto, também teria destaque no confronto. Júnior Dutra, guarde este nome!

Romero e Rodriguinho tiveram ótimas chances, mas Curiel evitou o pior. Querendo mostrar serviço, Junior Dutra roubou a bola no meio de campo, e depois de uma meia-lua, chutou na saída do goleiro. 6x2!

Cabia mais. Era perceptível que o adversário não ofereceria resistência, e dois minutos depois, JR Dutra, marcou seu segundo gol, fechando o caixão venezuelano: 7x2, fora os ameaços!

O árbitro sequer esperou o fim dos acréscimos, devia ter a certeza de que o placar poderia ser ainda pior, já que abatidos, os jogadores do Deportivo, só aguardavam o apito final.

 

PRÓXIMA PARADA: RECIFE!

 

O Coringão viaja direto para Recife, onde encara o Sport, pelo Brasileirão, às 16hrs, na Arena Pernambuco. Pela Libertadores,o Corinthians receberá o Millonarios, precisando apenas de um empate para ficar com a primeira colocação do grupo.

Embalado por três importantes vitórias em jogos decisivos, apesar da quase certeza de que alguns atletas serão poupados, temos de manter o mesmo espírito e vontade, contra os rubro-negros. A vitória vai nos manter na luta pela ponta da tabela.

Quanto a partida desta quinta, PINTAMOS O 7, e fizemos a alegria da Fiel! Um jogo raro, com chuva de gols, mas com toda a emoção de ser Corinthians!

 

Por Mariana Alves