Que venha o moleque travesso!

gfc1.jpg

Fonte: Raça Bugrão

Almejando as primeiras posições da tabela, o Guarani vai à campo neste sábado (25), às 16h, contra o Juventus na Javari.

Para esse duelo, o Bugre estreia seu novo técnico, Maurício Barbieri. E ele já vem dando ritmo nos treinamentos. Pelas entrevistas dadas pelos jogadores ao longo da semana, Maurício vem agradando. O estilo dos treinamentos do novo técnico são bem diferentes dos que eram passados por Ney da Matta. Enquanto Ney gostava de treinos longos e coletivos, Barbieri é mais moderno, prefere treinos mais curtos, em campo reduzido, procura enfatizar a parte técnica da equipe e dar várias orientações para cada momento de uma partida.

“Maurício procurou dar ênfase na parte tática, de saber a hora de marcar, ocupar espaço no momento certo, a hora que for fazer uma pressão mais alta ou recuar. Estava tendo muita ligação direta e isso dificultava o nosso futebol. Claro que em uma semana não vai resolver todos os problemas, mas ele tem procurado pontuar algumas situações que melhorem a equipe”, destacou o meia Fumagalli.

“É um cara que não foi jogador, mas que se preparou para a função. Jovem, estudioso, parecido com o que a gente teve com o Chamusca na Série C. Trabalho com bola, dinâmico, intenso. É um conceito diferente que o Ney utilizava, mas não quero dizer que o método do Ney estava errado. Essa semana foi muito produtiva e o pessoal tem gostado da nova metodologia de treinos, inclusive eu”, completou o capitão bugrino.

gfc.jpg

Bugre treinando sob comando de Maurício Barbieri para o restante da Série A2 (Foto: Márcio de Campos/EPTV)

 

ESCALAÇÃO

O Bugre deve ir à campo com: Luís Henrique; Lenon, Genílson, Diego Jussani e Denis Neves; Evandro, Auremir, Bruno Nazário, Fumagalli e Marcinho; Rogerio Leichtweis.

Leandro Santos ainda não volta para o jogo deste sábado na Mooca, pois ainda sente dores no nervo ciático. Portanto, quem joga no seu lugar mais uma vez é Luís Henrique.

 

ARBITRAGEM

O árbitro da partida será José Cláudio Rocha Filho, seus assistentes serão Fabrício Porfirio de Moura e Vladimir Nunes da Silva. O quarto árbitro é Samuel Aguilar de Lima.

 

RETROSPECTO

Esse será o 125º confronto das duas equipes. São 67 vitórias para o lado do alviverde de Campinas, 35 vitórias para o time da Mooca e 22 empates.

A última vez que os times se enfrentaram foi pela Série A2 de 2016. Em partida realizada no Brinco de Ouro, o jogo terminou em 0x0.

Você sabia?

• A maior goleada aconteceu em 1962, o Bugre foi até a Javari e não teve pena do moleque travesso, enfiou logo 7.

 

Creio que um dos jogos mais memoráveis entre Guarani e Juventus tenha acontecido em 2008. O jogo era válido pela penúltima rodada e as equipes buscavam fugir da zona do rebaixamento. Final de jogo: 2x2 com dois gols de Henrique para o Guarani e nada estava resolvido ainda, mas na última rodada, quem caiu foi o Juventus, o Bugre conseguiu se manter na divisão de elite do Campeonato Paulista. A Javari recebeu um excelente público naquela tarde de 2.559 pagantes e a torcida bugrina marcou presença.

 

gfc2.jpg

Torcida bugrina na Javari em 2008

Fonte: Extraída da internet

 

A TORCIDA

A expectativa da torcida do Guarani é alta para esse jogo e a galera vem fazendo algumas caravanas. Gostaria de destacar uma delas, onde quem está organizando é Natália. Essa caravana terá um diferencial, pois só terá a presença de mulheres. Nós queremos e nós podemos! Lugar de mulher é na bancada. Ainda tem mobilização da Fúria Independente, maior torcida organizada do Guarani nos valores de R$ 25,00 (sócio) e R$ 35,00 (não sócio), Tia Tânia no valor de R$40,00 e Bugrinos do Barril no valor de R$ 50,00.

 

INGRESSOS

Os ingressos para esse duelo custarão R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). A entrada da torcida visitante é realizada pela Rua dos Trilhos.

 

Nos vemos na Javari!

 

Vamos Bugre, coloque raça, não podes perder!

 

Fernanda Martins