QUEM ESPERA SEMPRE ALCANÇA.

 

C:\Users\Carla\Downloads\48449428516_d59090e1cd_o.jpg

Foto de Lucas Merçon

Parece que aquela nuvem cinza que pairou em cima do elenco Tricolor, particularmente durante os jogos do Brasileiro, dissipou-se em parte, e pôs fim ao jejum de sete duelos sem vencer. O triunfo sobre o Internacional, na noite do último sábado (03), por 2 x 1, mostrou um time aguerrido e coeso que apresentou um bom futebol e dominou a partida.

Para os que pensam que ganhar de um time reservas foi mais fácil, cabe ressaltar que o Colorado teve as presenças do goleiro Marcelo Lomba, que fez grandes defesas, Rafael Sóbis, Nonato e, na sequência do jogo as entradas de D’Alessandro e Edenilson. Então, não vamos desmerecer o placar, muito menos a conquista. 

Muitas chances foram criadas no primeiro tempo, algumas coletivamente, outras em contra-ataques individuais, como o chute de Pedro que bateu na trave, e suas demais tentativas. Do outro lado, Muriel fez boas defesas e segurou o marcador. O Fluminense teve mais posse de bola, 60%, e soube o que fazer com ela até o apito final da primeira etapa. 

 

C:\Users\Carla\Downloads\48449425601_f876816595_o.jpg

Foto de Lucas Merçon

Sem mudanças na volta do intervalo, o Tricolor manteve a tranquilidade e continuou incansável em sua busca pelo gol e o time esteve ciente, durante os 45 minutos finais, da necessidade de pontuar. Voltaram com mais disposição, pareceu, e efetuaram uma marcação bastante eficiente sem deixar o Internacional criar.  

Foi Ganso quem fez a primeira jogada perigosa e chutou de direita, mas a bola passou por cima da trave. Na sequência, o camisa 10 recebeu pela direita, puxou para o meio e bateu colocado, mas a bola desviou e foi marcado o escanteio. O jogador fez uma ótima partida e soube distribuir as jogadas com exatidão. 

Aos 12 minutos, Caio Henrique cruzou pela linha de fundo para Yony que cabeceou e abriu o placar. O Fluminense aumentou a pressão e por pouco não fez mais gols. A primeira chance veio de um belíssimo passe de letra de Pedro para Marcos Paulo, que bateu para fora. Pouco depois, foi Yony que bateu de longe para Lomba jogar para escanteio. 

 

https://s3.amazonaws.com/assets-fluminense/uploads%2F1564877843680-48449427061_e5fc676f5e_z.jpg

Foto de Lucas Merçon

Fernando Diniz colocou Nenê em campo no lugar de Marcos Paulo e o resultado foi mais pressão do Tricolor. Aos 22 surgiu a jogada que ocasionou o segundo. Pedro iniciou um contra-ataque e deu um passe para Ganso, ao tentar cortar Nataniel, zagueiro Colorado, marcou contra. 

Allan sentiu lesão e foi substituído por Airton e como a torcida gritou o nome de Wellington Nem, o técnico atendeu e o colocou na vaga de Daniel. Aos 45, o Fluminense teve nova oportunidade para marcar o terceiro em jogada de Caio Henrique que cruzou para trás e Nene, de primeira, bateu, mas Marcelo Lomba fez grande defesa. Nos acréscimos, aos 47, Edenílson aproveitou rebote e descontou para o Inter. 

Em entrevista coletiva, depois do jogo, o técnico Fernando Diniz, destacou a atuação coletiva do elenco no  triunfo, além do controle emocional de todos. 

“O psicológico do nosso time ficou mais forte na dificuldade. A vitória fortalece um pouco mais, tira um pouco da tensão. O grande mérito foi o aspecto coletivo. Embora a bola não tenha entrado, ninguém ficou frustrado no 1º tempo. Os jogadores voltaram imbuídos no 2º tempo, ninguém baixou a guarda, ninguém baixou a cabeça e o gol era questão de tempo para sair Quando muita gente joga bem, a tendência é o time ganhar”, declarou. 

Diniz também ressaltou a ótima fase de Yony, autor de cinco gols nas últimas quatro partidas.

“O Yony vive um grande momento, o melhor dele no ano. Tem muita condição física, tem boa técnica. Hoje, de maneira especial, coletivamente, ele foi quase perfeito. Ajudou a marcar, deu opções, participou de jogadas, fez gol, e merece muitos elogios”, avaliou.

Com o triunfo, o Tricolor foi a 12 pontos e ocupa a 16ª colocação da tabela e volta a campo no próximo sábado, diante do Atlético-MG, no Independência, às 21h.

 

Carla Andrade