Quem precisa de G4 ?

 

 


 

O São Paulo mais uma vez só dependia de si para entrar na zona de classificação para a fase de grupos da Libertadores da América, mas teve a cara de pau de empatar com um o Sport que briga para não cair, no Morumbi, nesta segunda-feira (28).

 

O tricolor “dominou” a partida, praticamente não levou sustos da equipe adversária, ficou mais tempo com a bola, mas infelizmente não conseguiu finalizar com qualidade.

 

Só no primeiro tempo foram no mínimo 5 chances de gol desperdiçadas. Com Diego Souza no comecinho da partida, aos 37’ Reinaldo preferiu simular o pênalti,  no final da primeira etapa o menino Helinho, fez ótima jogada, mas parou no goleiro do Leão e na sequência ainda ajeitou para Nenê que finalizou fraco.

 

Na segunda etapa o São Paulo continuou pressionando. Só Helinho, teve três oportunidades aos 2’, 14’ e 26, mas não era o dia dele. O garoto saiu para entrada de Antony, outro “made in Cotia”.

 

Aos 29’ o Éverton sofreu pênalti, e eu rezei muito para ele colocar a bola embaixo do braço e bater, mas não, Nenê já se posicionou na marca do pênalti e bateu fraco para defesa TRANQUILA do arqueiro do Sport. O camisa 10 acabou substituído por  Trellez.

 

O Sport ainda teve um jogador expulso aos 44’, mas nem isso fez diferença para os donos da casa. Aos 45’ a equipe meteu um bolão na trave, mas foi só isso!

 

0x0 - São Paulo chegou aos 63 pontos, mesmo número do Grêmio, mas com uma vitória a menos permanecendo assim na quinta colocação. Já o Sport soma 39 pontos em décimo oitavo na tabela e vai depender de muita combinação de resultado para não voltar para série B.


 

Coloca na conta de quem ?

 

(Foto: Marcello Fim/Ofotografico)

 

Nenê, jogou mal, fez birrinha tanto em campo quanto com jornalistas e coroou a má participação perdendo um pênalti!

Lembra da história “meu 10 veste a 7”, então acho que pesou para ele. Vestir a camisa do São Paulo não é para qualquer um, a 10 então, piorou, ela pesa e não é pouco!

 

Diego Souza, pelo amor de DEUS!

 

Só pode ter ficado com dó do ex clube, porque não tem outra explicação, andou em campo, não se apresentou, não chamou a responsa, lamentável.

 

E o torcedor também tem sua parcela de culpa! Já sabemos que superestimamos um elenco limitado, demos status de ídolos para um quarteto que não teve peito quando mais precisamos, tanto que caimos da liderança no primeiro turno para a 5° colocação. Ontem no Morumbi os barulhos de protestos só vieram depois do apito final, mesmo assim sem fazer menção a diretoria que está acabando com o SÃO PAULO!

 

Quando tem que elogiar, como ano passado, a gente elogia, a torcida carregou o clube. Mas quando tem que falar mal, falamos também, e de verdade passou da hora de pelo menos xingar esse presidente medíocre e sua corja, já que não foram capazes de colocá-los na parede no momento certo.

 

O que fica é a tristeza de perder um campeonato para nós mesmos, de ver nosso rival levantar a taça porque foi decisivo enquanto nossos jogadores brincavam de futmesa e de provavelmente ter que amargar uma classificação para a Pré-Libertadores.

Ainda faltam noventa minutos, o São Paulo vai até Chapecó no domingo, pela última rodada, enquanto o Grêmio, quarto colocado, recebe o nosso rival de Itaquera. Como a rodada inteira acontece às 17h de Brasília, só vamos saber quem fica com a vaga direta e quem vai para pré-libertadores nos últimos instantes.

Somos o time da fé, mas está difícil de acreditar nessa classificação direta, porque sinceramente não parece ser o objetivo dos jogadores do Tricolor Paulista.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 SPORT


Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data:26/11/2018

Hora: 20h
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público/renda: 15.235 pagantes/R$ 454.321,00
Cartões amarelos: Jean e Reinaldo (SAO), Matheus Peixoto, Jair e Mateus Gonçalves (SPT)
Cartões vermelhos: Claudio Winck, aos 44'/2ºT (SPT)
Gols: -

SÃO PAULO: Jean; Araruna (Igor Gomes, aos 32'/2ºT), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei e Liziero; Helinho (Antony, aos 28'/2ºT), Nenê (Tréllez, aos 37'/2ºT) e Everton; Diego Souza. Técnico: André Jardine.

SPORT: Maílson; Claudio Winck, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão Silva (Deivid, aos 11'/2ºT) e Jair; Michel Bastos (Hernane, aos 32'/2ºT), Gabriel e Mateus Gonçalves; Matheus Peixoto (Marlone, aos 24'/2ºT). Técnico: Milton Mendes.

 

Por Jéssica Gonçalves - Salvem o Tricolor Paulista!