Quem quer ser campeão?

 

Tem que ter raça pra ser campeão.

Lugano segue sem perder para o Palmeiras pelo São Paulo e rebate questionamentos sobre rapidez em campo:

(Fonte: Terra Esporte)

Mais uma derrota fora de casa, mais 3 pontos perdidos, mais pedidos de paciência e eu pergunto: até quando? Eu escuto sempre a mesma coisa “Calma o campeonato está só no começo”; “Meu Deus como você é impaciente”; “Vamos confiar no trabalho do Cuca” etc. etc.

Mas eu posso falar que nesta quarta rodada do Brasileirão a minha paciência acabou sim e não interessa se o campeonato está no começo.

Foram 4 jogos, duas vitórias em casa e duas derrotas fora. Time que quer ser campeão brasileiro não pode se dar ao luxo de perder pontos preciosos fora de casa. Foi primeiro a derrota horrível contra a Ponte Preta, adversário fraco do Brasileiro que nos levou 3 pontos. Ontem foi o São Paulo em jogo que iniciou com dominância do Palmeiras e terminou com amarga derrota.

O mais triste não é o time perder o jogo e os pontos, triste é ver o time perder o jogo, os pontos e jogar feio!

Até os 10 primeiros minutos do primeiro tempo houve uma completa dominância do alviverde no jogo, parecia que seria o jogo dos sonhos. Mas foi em contra-ataque são-paulino com terrível falha de Thiago Martins que Paulo Henrique Ganso chegou ao gol de Fernando Prass.

Depois disso, eu não vi mais o Palmeiras em campo. Tentaram uma ou outra reação, mas sem sucesso. As poucas vezes que o Palmeiras tentou atacar, errou muitos passes que deram muitos contra-ataques ao São Paulo, que apenas não fez mais gols porque Fernando Prass estava lá.

Todos os jogadores foram mal ontem, a exceção de Prass, que como sempre teve uma atuação impecável. Os atacantes foram mal, Roger Guedes, Gabriel Jesus e Alecsandro, ruins. Roger Guedes foi substituído no segundo tempo por Rafael Marques, igualmente ruim. A quantidade de passes errados na intermediária era de deixar qualquer palmeirense maluco.

Após revés para o São Paulo, no Morumbi, treinador acredita que Dudu precisa render mais em campo e já cogita usar Moisés como titular contra o Grêmio; Jesus deve ser convocado

(Fonte: Terra Esporte)

Zagueiros ruins, falha terrível da Thiago Martins e Vitor Hugo muito aquém das expectativas. Laterais ruins, enfim, estava tudo muito ruim ontem. A derrota me serviu para mostrar que a mesma imaturidade que eu criticava no time de Marcelo de Oliveira permanece nesse time de Cuca.

O time se abalou MUITO com o gol levado aos poucos mais de 10 minutos do primeiro, mas de uma maneira que não dá pra entender. Se o time tivesse continuado jogando da mesma maneira do inicio do jogo, teria facilmente virado o placar. Mas o time se abateu, encolheu em campo e levou um grande sufoco.

Time imaturo não pode ser campeão. Campeão sabe que quando ataca pode levar contra-ataque, sabe que quando se leva um gol no inicio do jogo, tem muito tempo ainda para virar, mas que para isso tem que correr para o gol. Um amigo meu falou ontem uma coisa que é verdade: esse time não tem nenhum jogador que chama a responsabilidade para si.

Jogadores que não chamam a responsabilidade levam a um time sem raça, sem graça e foi o que vi em campo ontem. Espero que essa tenha sido a última vez, pois inicio de campeonato é a hora de arrancar na tabela e se distanciar dos demais, pois pontos corridos são cruéis e não perdoam falhas infantis como a de ontem.

Dudu no meio não dá!

Dudu já disse que prefere jogar centralizado do que nas pontas. Ontem o camisa 7 foi titular centralizado, responsável por ajudar na criação da equipe. O resultado foi próximo de péssimo. Dudu pode gostar de jogar centralizado, mas não rende bem nessa posição. O atacante se sai muito bem pelas pontas e tem que entender e aprimorar isso.

https://imguol.com/c/esporte/1a/2016/05/29/dudu-protege-a-bola-da-marcacao-de-ganso-no-classico-entre-sao-paulo-e-palmeiras-1464574593356_615x300.jpg

(Fonte: Uol Esporte)

O próprio Cuca declarou que o desempenho do jogador não foi bom. O jogador disse não entender as críticas... Seria interessante ele ver o VT do jogo.

Com a possível ainda ausência de Cleiton Xavier no jogo de quinta-feira contra o Grêmio, muito provavelmente quem assumirá a criação do meio campo será Moisés. O jogador entrou razoavelmente bem neste domingo e muito provavelmente assumirá essa função na ausência de Cleiton.

Marcela Permuy