REAL MADRID OU BAYERN? QUEM SERÁ O PRIMEIRO FINALISTA DA LIGA DOS CAMPEÕES

Assim como na temporada passada, o Real Madrid venceu os bávaros na primeira partida disputada em Munique. E por coincidência pelo mesmo placar e de virada.

 

Após o triunfo do time espanhol, a rivalidade entre as duas equipes só aumentou. Principalmente por parte do time alemão, uma vez que ele não se conforma com a derrota. Pois, de acordo com o time bávaro, o resultado final foi injusto levando em conta o desempenho da equipe.

 

Ao decorrer da semana, após a vitória Merengue fora de casa, os alemães tentaram tirar o mérito da vitória do time espanhol. E ninguém melhor que o capitão Sergio Ramos para falar a respeito do assunto.

 

"Temos o maior respeito por todos, mas somos indiferentes ao que eles dizem. Os respeitamos muito e somos mais de falar dentro de campo. A história de Madrid está aí, e quem tem dúvidas, é só olhar no arquivo. Temos feito grandes duelos contra eles e queremos que siga assim. Vamos jogar como se estivesse 0 a 0", disse Ramos na coletiva desta segunda feira (30).

 

(Foto: Site oficial da UEFA Champions League)

 

Com desfalques para para o duelo decisivo, o técnico Zidane analisou o encontro desta terça feira.


"O Bayern vem fazer o seu jogo. São um grande clube e uma grande equipe. Estaremos preparados como sempre e queremos fazer também um grande jogo. Se o fizermos, podemos fazer grandes feitos."


(Foto: Site oficial da UEFA Champions League)

 

Sem Carvajal, lesionado, Zidane não definiu quem será o seu substituto. O mais provável é que seja o jogador Nacho, que está recuperado de lesão, após passar um mês sem jogar. A outra opção do francês, é o menino Lucas Vásquez. Além do lateral, Isco também não vai ao encontro com o Bayern.

 

"Não vou dizer o time, vamos analisar com calma. O que posso dizer é que somos uma equipe, somos muitos e podemos fazer qualquer coisa. O importante é a motivação dos jogadores, querem todos jogar, mesmo de lateral. Vamos agir com tranquilidade", declarou Zidane.

 

Na coletiva desta segunda, Sergio Ramos falou da satisfação de ter a possibilidade de ir para mais uma final da Champions League. Também destacou a importância de ter o apoio da torcida Madridista.

 

"A possibilidade de disputar uma final é um reflexo do nosso trabalho árduo durante a temporada. Esperamos chegar lá, é isso que queremos."

 

(Foto: Site oficial da UEFA Champions League)

 

"As grandes noites no Bernabéu são fantásticas, e amanhã é uma final. É muito bom jogarmos junto dos nossos torcedores, é um orgulho. Queremos que eles estejam conosco; trouxeram-nos até aqui e queremos uma noite mais de caloroso e ruidoso apoio", finalizou o capitão Sergio Ramos.


BAYERN DE MUNIQUE

O Bayern vai tentar fazer o que na temporada passada não conseguiu. Diferentemente do ano passado, o time alemão se sente mais preparado para o feito na capital espanhola.


O clima entre jogadores e comissão técnica é de muita confiança. No entanto, eles têm a consciência de que a postura da equipe tem que mudar. Ser mais eficazes, principalmente nas oportunidades de furar a baliza do Madrid. O técnico Heynckes acredita que os pequenos detalhes irá decidir a partida.


"Os pequenos detalhes vão ser decisivos amanhã. Durante 90, 93 (minutos), os jogadores têm que estar focados. Temos que minimizar os nossos erros e queremos mudar algumas coisas em relação à primeira mão. Este é o DNA  do Bayern: queremos sempre marcar", declarou o técnico Heynckes.


(Foto: Site oficial da UEFA Champions League)

 

O embate marcará o reencontro do colombiano James Rodríguez com o ex clube. E ao ser questionado sobre sua saída do time Merengue, James deixou claro que não há mágoas com o antigo clube e muito menos com o técnico Zidane.

 

"Não tenho absolutamente nada contra Zidane. Nem raiva, nem de querer ganhar dele. Só quero fazer uma grande partida, que o Bayern possa passar de fase e que possa jogar uma final. Não tenho nada contra ele ou contra o clube. Gratidão a todos eles, quero fazer uma boa partida e nada mais. Não tenho que mostrar nada a ninguém."

 

(Foto: Site oficial da UEFA Champions League)

 

O colombiano disse que se marcar nesta terça feira, não irá comemorar.

 

"Não, pelo simples fato de ter sido muito bem tratado aqui. Foi algo que sempre quis, estar aqui. Foram três anos únicos, onde puder ganhar títulos, praticamente ganhar tudo. É uma questão de respeito por essa gente, fui feliz aqui", declarou James.

 

Sem Neuer, Boateng, Vidal, Coman e Robben, os bávaros tentarão superar o Madrid e ir para a final.

 

(Foto: Site oficial da UEFA Champions League)

 

 

#APorLa13

Hala Madrid!


Rosileide Ribeiro