Real Madrid venceu um extraordinário Ajax

A partida ficou em 2 x 1, com gol anulado pelo VAR, bola na trave e dois gols marcados por Benzema e Asensio


 

(Foto: Site oficial do Real Madrid)

 

Em dez minutos de jogo da equipe holandesa, observado com um sorriso de satisfação, percebi que eles vieram para chamar para brincar. Vem disputar bola conosco time tricampeão da Liga dos Campeões. Eles chamaram para o jogo e foram gigantes em campo, com uma dose de atrevimento, não se intimidavam com nada. Havia uma couraça de guerreiro por baixo do uniforme.

O esquema tático do Ajax no primeiro tempo foi perfeito e o entrosamento do conjunto fez a defesa e o arqueiro madridistas trabalharem. O ritmo foi deles e, com isso, onze finalizações e uma bola na trave de Tadic.  A intensidade e a pressão que imprimiu o Ajax desde o início dificultaram o jogo dos merengues, que partiram para o contra-ataque, aproveitando a velocidade de Vinicius e Bale.

Teve também o gol anulado. Aos 37, Tagliafico cabeceou a bola para o fundo do gol, mas Tadic estava à frente de Courtois em posição de impedimento. A primeira partida com a ação do VAR (arbitro de vídeo) na principal competição de clubes do mundo.

 

(Os guerreiros do Ajax / Foto: UEFA)

 

Debaixo desta avalanche de chutes a gol, escanteio, dribles, a luta incansável pela posse de bola, a criação da jogada, o Real foi o Real. Deixou “a criança” brincar e, neste momento cuidou da marcação, fechou os buracos, dificultou a subida pelas laterais e sem deixar de prestar atenção em possibilidades e gol. Assim foi até o final dos 45 minutos.

Na etapa final, o Ajax até que voltou com ânimo, só que o Real Madrid não queria mais brincar e sim resolver o jogo. Nos primeiros, um contra-ataque puxado por Vinicius Júnior que deixou Benzema livre na área para deslocar o goleiro holandês. Os mandantes não se intimidaram e continuaram a pressionar até surgir o gol de empate com Ziyech, de um cruzamento de David Neres.

 

https://www.realmadrid.com/img/galeria-marca/_av13053_20190213104537.jpg

(O atacante KB9 fez um dos gols da partida / Foto: Site oficial do Real Madrid)

 

A camisa pesa e a do Real Madrid vale ouro. Solari tira Vinicius Junior e coloca Asensio. Minutos depois, Carvajal, em grande partida, deu passe na medida para que ele fizesse o segundo gol dos merengues. Nos acréscimos, o Capitão Sergio Ramos levou seu terceiro cartão amarelo e está fora do próximo jogo, dia 5 de março, no Santiago Bernabéu. O jogador falou sobre a partida:

 

“Eles pressionaram-nos, mas mudamos o nossa forma de jogar e tentamos quebrar as linhas. Jogamos unidos e conseguimos marcar dois golos fora de casa. É preciso saber ler os jogos e foi exatamente isso que fizemos”, explicou o defensor.

 

Depois do jogo, Santiago Solari fez sua avaliação da partida.

 

“Jogamos muito bem, trabalhamos, sofremos e marcamos quando tivemos oportunidade. Estou especialmente satisfeito pelo Asensio, pela forma como jogou e por ter conseguido marcar um gol muito importante”, disse.

 

O autor de um dos gols, Karim Benzema estava satisfeito com o empenho do grupo e de sua parceria com o brasileiro.

 

“Sabemos que eles jogam um bom futebol e veremos mais deles no jogo da segunda mão. É um bom resultado para levarmos para nossa casa. Gosto de tocar com o Vinícius, ele escuta-nos e trabalha muito. Espero que continue assim”, afirmou.

 

Com o resultado e a vantagem com os três pontos os merengues podem perder por 1 x 0 que ainda assim classificam. Mesmo placar, prorrogação. Para conseguir a vaga direta nas quartas, o Ajax precisa vencer por ao menos dois gols de diferença.

 

Importantes informações aleatórias:

 

Sergio Ramos tornou-se o sétimo jogador a disputar 600 jogos pelo Real Madrid. Mais um e ele se iguala a Fernando Hierro e Francisco Gento no quinto lugar na lista de recordistas do clube.

O Real Madrid está perto de atingir as quartas de final pelo 9° ano consecutivo. O Barcelona tem 11 presenças e disputa a competição.  

Karim Benzema é o quarto jogador na história da Champions a chegar aos 60 gols e está atrás somente de Cristiano Ronaldo (121), Messi (106) e Raúl (71). Na atual temporada já soma 19 gols em 37 jogos. Fora toda a contribuição quando não balança as redes.

 

Hala Madrid!

 

Carla Andrade