REENCONTRO ABENÇOADO

Em busca de uma vitória que garante o primeiro lugar do Grupo C, dependendo do resultado da partida entre Santos e Audax, e para definir o mando de campo das quartas de final, na última rodada da fase de grupos do Paulistão o Tricolor encara o São Bento, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, às 16h (Brasília) desse domingo (10), após dez anos.

(Imagem: jornalheiros.blogspot.com)

Ao todo, as duas equipes se enfrentaram 64 vezes, sendo 42 vitórias do São Paulo, 6 do Bentão e 16 empates. Das 6 derrotas sofridas pelo Tricolor, 5 delas foram no palco do duelo desse fim de semana.

Já classificados, os comandados de Bauza entrarão em campo buscando o centésimo gol em cima dos sorocabanos, que já marcaram 33 vezes.

O torcedor são-paulino sabe que o compromisso mais importante para a equipe paulista é o jogo contra o River Plate (ARG), na próxima quarta-feira (13), no Morumbi, pela 5ª rodada da fase de grupos da Libertadores, onde somente a vitória interessa.

Com isso, sabe também que Edgardo Bauza mesclará o time para o confronto com o São Bento, poupando titulares como Rodrigo Caio, Maicon, Hudson e Ganso. Jonathan Calleri entra na lista de poupados, mas por desfalque. O atacante cumprirá suspensão automática após levar o terceiro cartão amarelo diante do Oeste, na rodada anterior do Paulista.

As baixas ficam por conta de Breno (tendinite no joelho direito); Carlinhos (estiramento no posterior da coxa esquerda), e Renan Ribeiro (apendicite).

O técnico argentino relacionou 19 jogadores, inclusive Rogério, que se recuperou de um estiramento muscular e agora está à disposição de Patón.

Após a goleada na noite de terça-feira (05) em cima do Trujillanos (VEN), Bauza liberou os atletas, que aproveitaram a folga na quarta e retornaram aos trabalhos na manhã da quinta-feira (07), num jogo-treino entre os jogadores que não atuaram os 90 minutos contra os venezuelanos, e os juniores, que contavam com a presença de Lucas Kal e Banguelê, a mais nova dupla selecionada para integrar o elenco profissional do Tricolor.

Os ex-garotos da base falaram com alegria sobre o novo desafio.

“Receber esta notícia é o que todo garoto sonha. Espero aprender muito no profissional e dar o meu melhor para crescer ainda mais. Este primeiro contato com os meus novos companheiros foi muito bom, e seguirei com humildade para evoluir, porque isso é o mais importante nesta nova etapa. Teremos uma rotina diferente a partir de agora, de adaptação, e por isso é preciso encarar com seriedade esta chance”, afirmou Kal.

(Imagem: Érico Leonan / saopaulofc.net) 

Banguelê, sorridente, festejou a realização de um sonho.

“Fiquei muito feliz quando recebi a notícia, porque estava na expectativa de iniciar esta transição. Felizmente as coisas acontecendo positivamente, e agora vou agarrar a oportunidade para aproveitar da melhor forma”.

Dando continuidade aos treinamentos, na sexta (08) as atividades no CCT da Barra Funda começaram às 9h (Brasília), mas o técnico liberou a entrada da imprensa somente às 10h30, quando apenas alguns reservas treinavam chutes a gol, e no campo principal, possíveis titulares faziam embaixadinhas e outras brincadeiras. Nas atividades, Patón simulou diversas jogadas, visando os contragolpes do adversário e a marcação.

Na manhã deste sábado (09), um trabalho tático foi realizado com intensidade, e pôde-se observar que a equipe realmente será diferente no confronto com o São Bento. Além disso, os jogadores treinaram posicionamento e bolas paradas, e Bauza trabalhou muitas jogadas defensivas e ofensivas, em cobranças de faltas e escanteios, e também finalizações.

(Imagem: Ana Luiz Rosa / saopaulofc.net)

A escalação mais provável para esse domingo é composta por Denis; Caramelo, Lugano, Lucão e Mena; Thiago Mendes e Wesley; Daniel, Lucas Fernandes e Centurión; e Alan Kardec.

O camisa 5, Diego Lugano, estará disponível após ficar de fora por 3 jogos. Centurión acompanha o zagueiro, já que está recuperado de lesão. O meia Lucas Fernandes fará sua primeira partida como titular, e falou a respeito do seu trabalho no elenco principal.

“Acredito que tudo isso é consequência do meu trabalho desde que cheguei aqui. E quero continuar assim, porque a recompensa vem. Felizmente tudo tem acontecido rápido, e espero seguir ajudando a equipe. Todos os dias aprendo algo novo e quero evoluir sempre. Os jogadores e o treinador conversam bastante comigo, me orientam e procuro ouvir para melhorar cada vez mais, porque essa experiência no futebol é importante”, finalizou.

O trio de arbitragem para essa partida será composto pelo árbitro Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, acompanhado dos assistentes 1 e 2, Paulo de Souza Amaral e Diogo Correia dos Santos, respectivamente. O quarto árbitro será Marcelo Prieto Alfieri.

O Bentão também irá a campo com uma equipe mista, por conta de alguns desfalques, mas isso não tira o otimismo de Paulo Roberto Santos, que vê a vitória de sua equipe sobre o São Paulo como crucial para garantir vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

“O que posso antecipar é que será um time muito alterado, por conta de problemas de atletas ausentes. Estamos trabalhando em cima das ausências para ver o que de melhor vamos ter para a partida. A vitória é importante para terminarmos a fase com uma somatória de pontos maior para que depois você tenha um número suficiente que possa te garantir uma vaga na Série D”, avaliou o treinador.

Que o resultado nesse domingo seja diferente daquele de dez anos atrás, em 2006, e que no reencontro dos santos, o São Paulo seja abençoado pelos deuses do futebol, e volte com os três pontos da vitória. Afinal, há tempos que o Tricolor, como visitante, não consegue escrever um novo capítulo na história.


Renata Chagas