Rivalidade, amor e ódio: É dia de derby!

 

 

O maior clássico nacional se aproxima, o derby centenário, o único do país no TOP 10 da FIFA, o mais respeitado do Brasil. Estou dando a largada na TPC (tensão pré-clássico), as próximas 24 horas serão as piores, esteja preparado para lidar com a ansiedade, o derby está logo ali! Dia 12, a quarta-feira mais esperada, o Palmeiras entra em campo, às 21h45, no chiqueiro mais respeitado.

Este derby envolve toda a história da nossa SP. Do branco ao pardo, do chinês ao Italiano, do rico ao pobre... Envolve o PAULISTANO!

 

...Quarta- feira, todo o asfalto dessa selva de pedra vai tremer... isso é derby...

 

 

Foto: Espn.

 

Uma rivalidade gigante, que quase divide o céu da capital, a rivalidade que está estampada em qualquer esquina, no rosto do torcedor, o derby que cada torcida ama odiar, ou seria odeia amar? É a maior relação de amor e ódio já vista, que acontece nas duas torcidas.

É o verde e branco da mancha x o alvinegro dos gaviões! É química, é saber que mesmo que não estejam no estádio, às bandeiras estarão tremulando dentro do peito, ao mesmo ritmo do coração. Um jogo que vibra, torce, sofre e chora!

 

 

Foto: Espn/ Torcedor Uol

 

 

ESCALAÇÃO E DESFALQUES:

Cuca treinou mais fechado que nunca e a provável escalação é: Prass; Mayke, Mina, Luan e Egídio; Felipe Melo, Thiago Santos e Guerra; Roger Guedes, William e Dudu.

Com o departamento médico zerado, os jogadores que já fazem adaptação no gramado são Arouca, Moisés e Thiago Martins.

Que venha o derby centenário... Essa noite você também não vai dormir e você não é o único, acredite!

 

 

Pouse em nosso gramado gavião, não repara o barulho, seja mal vindo ao chiqueiro... Chiqueiro mais campeão da historia do futebol nacional, observem a festa e respeitem a nossa casa!

 

 

Foto: Torcedores Uol

 

Cuca não vai fracassar o Prass não vai falhar e a alma do Edmundo estará no Dudu. Amanhã é dia de entrar no Allianz Parque com sangue no olho e de deixar a perna se necessário. Amanhã, às 21:45, dentro de casa começa o duelo mais esperado do turno, a batalha do semestre, a prova dos 9, o jogo do “matar ou morrer”.

 

 

Não é só um jogo, honrem a camisa, respeitem a história, vamos jogar com raça!

 


Por: Isabella Brignoli.