RUMO AS FASES FINAIS, LEITURA DA QUINTA RODADA DO CAMPEONATO GAÚCHO

Ainda sem voltar com o primor de qualidade do futebol que a torcida espera e em fase de readaptação após a paralisação, os clubes do Campeonato Gaúcho voltaram a campo neste final de semana para a 5ª rodada do segundo turno do Gauchão. 

Embora tenha sido a segunda rodada de jogos neste retorno do futebol, somente agora todos os clubes voltaram a campo, isso porque durante o meio da semana quando o futebol voltou, as equipes da cidade de Pelotas; Brasil de Pelotas e Esporte Clube Pelotas não puderam realizar sua partida, que inclusive tratava-se de clássico entre ambos.

A rodada começou na Serra. Em Bento Gonçalves a equipe do Esportivo recebeu o Internacional, a partida ocorreu no sábado (25), às 19h, no Estádio Montanha dos Vinhedos. Ambas as equipes não vinham de ótimos resultados, o dono da casa havia empatado enquanto o Colorado vinha de uma derrota. Em um jogo de pouca criação de lá e de cá, os gols saíram de bola parada. 

O Esportivo foi quem abriu o placar com gol de João Pedro, após cobrança de pênalti aos 36’, mas logo na sequência o árbitro sinalizou outra penalidade, desta vez à favor do visitante que não desperdiçou, William Pottker foi quem bateu e aos 40’ deixou tudo igual. 1x1 no placar e resultado final desenhando.

 

Foto: Ricardo Duarte

 

No domingo (26), logo pela manhã duas partidas abriram os trabalhos.

No CT Hélio Dourado, o Grêmio que vinha de vitória no clássico recebeu o Ypiranga que na quarta-feira (22), havia empatado com o Esportivo em 2x2, jogo esse que fora um dos melhores da rodada. Outra vez o canarinho não saiu do empate, na casa tricolor Diego Souza abriu o placar aos 37’, 5 minutos mais tarde Muriel anotou um baita golaço “do meio da rua”, tudo igual na partida que acabou assim, um gol para cada.

Ainda antes do almoço às 11h, São José e Novo Hamburgo se enfrentaram na Montanha dos Vinhedos, menos de 24 horas depois da partida que abriu a rodada e onde o campo já apresentava um péssimo estado. O Nóia voltou para casa com os três pontos na mala. Depois de jogada dentro da área, Diego Ivo livre e tranquilo anotou o gol da partida. São José 0x1 Novo Hamburgo.

Foto: Reprodução FGF

 

No meio da tarde, às 16h as equipes da Serra, Caxias e Juventude enfrentaram as equipes de Pelotas, respectivamente, Pelotas e Brasil de Pelotas.

Começando pela partida entre Brasil de Pelotas e Juventude, partida que aconteceu longe da casa de todo mundo, o mando de campo era do Xavante, mas como em Pelotas segue a restrição para a realização de partidas de futebol, o jogo ocorreu em Lajeado, Arena Alviazul que é casa do Lajeadense, fora da elite do estado. Quem se sentiu dono da partida no entanto, foi o Juventude. Aos 26’ João Paulo anotou um golaço sem dó nem piedade, o goleiro do Brasil nem na foto apareceu. Brasil de Pelotas 0 x 1 Juventude.

E foi mesmo um final de semana feliz para a dupla da Serra, também às 16h, o Caxias recebeu no Centenário, a equipe do Esporte Clube Pelotas. A equipe Grená fez o dever de casa, se o primeiro tempo acabou em um tranquilo 0x0, aos 17’ Thiago Salles abriu o placar pros anfitriões, um pouco antes do apagar das luzes, Bruninho ampliou o placar e confirmou a vitória aos 37’.

Fechando a rodada o Aimoré recebeu o São Luiz no Estádio Cristo Rei, em jogo de várias oportunidades para ambos os lados, os erros na finalização fizeram com que o placar seguisse o mesmo, única partida sem gols, Aimoré e São Luiz “morreram” num 0x0 que talvez não condiza com as possibilidades de gol criadas. 

 

Foto: Divulgação FGF

 

A próxima rodada segue ainda com indefinições quanto aos estádios que receberão as partidas, cidades como Porto Alegre e Pelotas, que sozinhas abrigam um terço das equipes, ainda estão com vetos quanto a realização de partidas de futebol.


 

Jéssica Salini

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.