Saiu barato

 

 

Na noite desta quinta-feira (25), o Grêmio recebeu o Zamora na Arena em Porto Alegre. O jogo iniciou às 21h45 e finalizou com um placar de 4 a 0, que acabou saindo barato com o tanto de gols que poderíamos ter feito.

 

O Grêmio foi a campo com Marcelo Grohe, Léo Moura, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Michel, Arthur, Gastón Fernández, Pedro Rocha, Luan e Lucas Barrios. E à disposição de Renato Portaluppi estavam Léo, Leonardo, Rafael Thyere, Kaio, Jailson, Everton e Fernandinho.

 

Foram feitas três alterações durante o jogo sendo que Arthur, Gata Fernández e Léo Moura saíram para dar lugar a Fernandinho, Everton e Leonardo Gomes.

 

 

MAS VAMOS AO JOGO!

 

 

No primeiro tempo, o domínio foi da equipe Tricolor que teve mais posse de bola e várias chances de gol, no entanto o goleiro adversário defendeu impressionantemente e não estava fácil abrir o placar, que parava no "quase". Mas o gol veio! Aos 22 minutos de jogo, Pedro Rocha recebeu na esquerda e tocou para Luan, que foi pra cima e completou a jogada com um golaço.

 

 

unnamed (2).jpg

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA

 

 

E o segundo gol não demorou para sair! Minutos depois Gata Fernández recebeu pela direita, levou a bola até a linha de fundo e cruzou para Lucas Barrios que prontamente mandou para o fundo do gol.

 

 

unnamed (3).jpg

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA

 

 

O Grêmio não parou por aí. Bruno Cortez puxou ataque em velocidade, conseguiu passar pela marcação mas não resistiu a falta dentro da área, sinalizando pênalti! Luan cobrou e ampliou o placar em 3 a 0 para o Tricolor.

 

No segundo tempo, o Grêmio relaxou um pouco na partida deixando os venezuelanos jogarem. E mesmo assim, aos 19 minutos Gata Fernández dominou e mandou um baita passe para Pedro Rocha que conseguiu dominar e mandar para o fundo das redes. 4 a 0 na Arena e para o Grêmio.

 

 

unnamed (4).jpg

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA

 

 

Foi um baita jogo! Uma ótima atuação da equipe. Mas não podemos deixar passar que tanto no primeiro quanto no segundo tempo, o nosso time não estava com tanto entrosamento e união quanto nos últimos jogos. Os jogadores estavam querendo fazer jogadas individuais e chegarem ao gol sozinhos, sendo que para ter sucesso é preciso um pouco do que cada um. Porque sabemos que se tivessem entrosamento nesse jogo, como nos outros, o placar não tinha ficado nem perto de como finalizou.

 

 

Mas agora estamos nas oitavas de final! Queremos a copa! Queremos mais goleadas!

 

 

Saudações tricolores

 

Por Bethania Formighieri