Santa Cruz Alvinegra

Em má fase, Carille tranca o time, Corinthians sofre, mas reencontra o caminho do gol e da vitória

 

A Cruz alvinegra só tem pesado neste segundo semestre. Os seguidos erros de planejamento e as escolhas erradas da diretoria, tem ficado escancarado para quem quiser ver. Patinando no Brasileirão, o Corinthians não vencia há 6 jogos e pra piorar, nem mesmo as redes balançavam, num jejum de 4 jogos.

Com a má fase, a sequência de jogos contra os lanternas era vista como a chance de ressurgir e se manter vivo pelo G6. Mas, quando tudo parece perfeito e certo, volantes de marcação nos assombram e gelam nossos corações, nos fazendo ter pequenas paradas cardíacas ao longo dos 90 minutos. Contra o Santa Cruz não foi diferente.

 

Tranca o time e sofre

Em um jogo aberto, as duas equipes tiveram boas chances e logo no primeiro minuto, Marlone saiu cara a cara com o goleiro, mas desperdiçou a oportunidade.

Walter, trabalhou bem, mostrando porque é unanimidade entre os torcedores quando o assunto é titularidade e com certeza, fez Cássio se preocupar mais uma vez. Em um erro de marcação, o arqueiro até defendeu o chute de Keno, mas não conseguiu parar Grafite, que abriu o placar para os donos da casa.

Na Arena Pantanal, a Fiel compareceu em peso, e empurrou o time, rumo a virada. Guilherme, que retornou de lesão, aliviou os corações alvinegros aos 37 minutos, aproveitando passe de Marlone. Atuando como falso 9, em virtude da lesão de Gustavo e da ausência de Romero, que está servindo a seleção paraguaia, Guilherme, jogou bem e foi um dos melhores em campo, anotando dois gols para o Timão.

 

Guilherme, foi o autor de dois gols do Timão. Foto: Corinthians Oficial

 

Marlone, que perdeu uma chuva de gols, foi o autor do segundo, logo no início da etapa complementar. O meia recebeu de Camacho e chutou firme, para levantar a Fiel. Muitos torcedores se alegraram, era o fim do jejum de gols e mais que isso, fim da sequência sem vitórias… tudo lindo, tudo perfeito, o meio de campo funcionando, a defesa com a segurança de Walter...mas Carille decidiu aparecer!

O técnico chamou Willians, com uma chuva de vaias e Cristian, sacando Giovanni Augusto e Camacho. O Santinha, viu o recuo alvinegro e foi pra cima, diminuindo com gol de Keno.

Sentindo o erro, Carille colocou Lucca que ampliou e diminuiu a tensão Corinthiana.

Lucca reencontrou o caminho do gol, marcando o 4 do Corinthians. Foto: Corinthians Oficial

 

Saiii zica!!!! O time voltou a vencer e encostou no G6, ficando apenas um ponto atrás do Fluminense, atual sexto colocado. Para sair da seca, a goleada veio na hora certa!

O próximo confronto é contra o América-MG, na Arena Corinthians. O treinador, que ainda não se sabe ao certo se será Carille ou não, não poderá contar com MArquinhos Gabriel que tomou o 3º amarelo, mas terá os retornos de Fagner, Vilson, Cássio e Romero.



por Mariana Alves.