SANTA CRUZ NASCEU E VIVERÁ ETERNAMENTE

103 anos de fundação do Time do Povo

 

 

Hoje é dia de festa na capital pernambucana, dia do aniversário do Mais Querido do Brasil: Santa Cruz Futebol Clube.

 

FUNDAÇÃO

Na noite de 03 de fevereiro de 1914, na rua da Mangueira, n° 2, onze meninos em uma reunião decidiram levar a sério as peladas que realizavam no pátio da Igreja de Santa Cruz e fundaram o “Santa Cruz Foot-Ball Club”.

 

C:\Users\Prepara-08\Desktop\historia_santa_primeiro_time.jpg

Primeiro time da história do Santa Cruz. Foto: Coralnet

 

O Santa Cruz já nasceu popular, criado por jovens de classe média, enquanto que os demais clubes na região eram criados pela elite recifense. Foi um dos primeiros clubes do Brasil aceitar negros, que inclusive teve seu primeiro escudo desenvolvido por um negro, Teófilo Batista de Carvalho, também conhecido por Lacraia.

 

 

A CONSTRUÇÃO DO ESTÁDIO DO ARRUDA

Esta história precisa ser contada para que todos compreendam como este clube é amado por sua torcida. O estádio do Arruda foi construído através de doações. Em 1965 houve a convocação, e a torcida chegou junto: em 15 dias, na área que hoje é o parque aquático, ficou tomado de materiais tijolos, cimentos, vigas e muito amor para a construção do mundão.

Até o Rei Pelé contribuiu, foi testemunha na assinatura do contrato para liberação de verba para ampliação do Arrudão.

O maior público que se tem registro do Arruda foi no jogo entre Brasil 6 X 0 Bolívia em 29/08/1993 com o público de 96.990 pessoas.

DECLÍNIO E RESSURGIMENTO

 

Sofremos uma sequência amarga, cruel e sofrida de insucessos. Em 2006 sofremos o primeiro rebaixamento, caímos para a B como o pior da elite do futebol. Em 2007, o segundo rebaixamento fomos da B para a C. Quando não parecia ter como piorar, em 2009 caímos para a série D, a última divisão do futebol nacional.

Mesmo amargando a série D, o Mais Querido teve recorde de público em 2010. Recorde de público de todas as séries. Sim! Aquele time do Nordeste, que muitos já davam como morto, teve o maior público do ano! Isso é apenas uma amostra do amor que a torcida coral tem por seu clube. Abaixo, confira os 5 times com maiores médias de públicos naquele ano entre as quatro divisões do futebol nacional:

1º Santa Cruz 30.243 
2º Corinthians 27.111 
3º Ceará 22.604 
4º Fluminense 21.993 
5º Bahia 18.738 

 

Em 2011, veio o início do recomeço: a ascensão da série D para a C. Vencendo inclusive o Campeonato Pernambucano naquele ano. Em 2012, conquistamos o Bicampeonato Pernambucano, em cima do nosso maior rival. Era aniversário do Sport, dia de festa, todos confiantes, mas quem levou a melhor foi o Santinha! Apesar da enorme alegria de ser o bicampeão, fracassamos para o retorno à B e tivemos mais uma temporada na série C.

Já em 2013, conquistamos o Tricampeonato, novamente em cima do Sport, e o acesso à série B! Um grande ano para os tricolores. Recuperamos o respeito no cenário do futebol.

O ano do nosso centenário foi um fracasso! Não conseguimos ganhar nem o campeonato pernambucano. Ainda tivemos chance de subir para a A, mas não aproveitamos.

Em 2015 tivemos a tão sonhada festa do acesso para a série A, a elite do futebol nacional. Conquistamos também o título do campeonato pernambucano. Só festa aqui pelas bandas do Arruda. Fizemos uma linda recepção para o time vitorioso e vice-campeão da série B, que começou desde a recepção da equipe no Aeroporto dos Guararapes, se estendeu e terminou na sede do clube, entrando pela noite. Dia lindo de muita festa!

 

C:\Users\loja\Downloads\IMG-20170203-WA0020 (1).jpg

Foto: Antônio Melcop

 

O ano de 2016 foi de extremos. Alegria e orgulho que não cabiam no peito e tristeza absoluta com a volta para série B. O 1° semestre de 2016 foi só alegria, chegamos a liderar a tabela do Brasileirão, ganhamos o inédito título da Copa do NE e o Bicampeonato Pernambucano. Mas, engatamos num declínio de dar dó, terminamos com o 19° lugar da tabela, que nos trouxe de volta à B.

Mas o torcedor tricolor não se abate. Encaramos todas as divisões com dignidade e respeito. O Santa Cruz não morrerá enquanto a torcida respirar.

Espero que este curto texto, resumido ao máximo, possa ter dado passado um centésimo da grandeza que este clube tem. Não é chamado de Time do Povo, Clube Mais Querido, Terror do Nordeste, com a torcida mais apaixonada do Brasil por acaso.

 

SOMOS GIGANTES E ETERNOS!

 

Parabéns, amor da minha vida!

 

por Amara Lima