São Paulo bate Cesar Vallejo e completa grupo 1 da Libertadores.

A noite não foi como o Torcedor São Paulino esperava, o pequeno Cesar Vallejo se fechou e os “donos da casa” só conseguiram um gol no finalzinho do jogo com o reserva Rogerio, mas como era de se esperar: O São Paulo não caiu na pré-libertadores!

“Torcida do São Paulo, comprou todos os ingressos e empurrou o time para a fase de grupos”  

(foto: Terra/André Lucas Almeida)

O time paulista entrou em campo organizado, e focado na vitória, no primeiro tempo a equipe do Cesar Vallejo entrou pegado e fez 12 faltas nos 12 primeiros minutos, aos 13 minutos Maurício Montes tomou cartão amarelo por falta em Mena, pouco depois aos 31 minutos foi Mena quem tomou um cartão amarelo após falta no jogador Millán, e dois minutos depois o mesmo Donald Millán tomou cartão amarelo por falta em Centurion, foi um primeiro tempo acirradíssimo, o tricolor apesar de extremamente superior, sofreu com a defesa fechada dos peruanos. 
Na segunda etapa o jogo foi mais aberto, com apenas 5 minutos ganso sofreu um pênalti deHansell Riojas que tomou cartão amarelo por causa do lance.

Michel bastos capitão da equipe foi para a bola, bateu no canto oposto do goleiro, mas acertou o travessão. 
O tricolor continuou com maior posse de bola e atacando constantemente a equipe adversária, Michel perdeu a paciência e acabou tomando amarelo por reclamação. 
Aos 21 minutos do segundo tempo, Bauza decidiu tirar Centurion e colocar Wesley, este participou de um lance que resultou em uma inacreditável bola na trave de Callerri. Pouco mais de um minuto depois o mesmo Wesley serviu a Hudson, a bola mais uma vez acertou o travessão e testou o coração dos mais de 32 mil São Paulinos presentes no Pacaembu, que gritavam pelo nome de Rogerio (Desta vez o atacante). 
E Patón atendeu ao pedido da torcida, tirou ganso e colocou o “Neymar do Nordeste”, que entrou e marcou em menos de 3 minutos dentro de campo, para delírio e alivio dos torcedores.
“Rogerio entrou iluminado e fez o gol para dar vitória para a gente “ Comemorou o companheiro Hudson que jogou muito bem durante todo o jogo.


E como não dizer que libertadores é coisa de ROGERIO? 
O camisa 17 que é xará do maior ídolo do historia do clube, não estava nem relacionada para a partida, o atacante só foi para o banco de reservas porque Alan Kardec sentiu muita febre pela manhã devido a uma amigdalite aguda. O que fez de Callerri titular e Rogerio reserva.
O jogador já havia sido coringa do São Paulo contra o Goiás no final do ano passado, o atacante marcou e garantiu a vaga na pré-libertadores. 
 

 

O objetivo final foi conquistado, o time se classificou para a fase de grupos da Copa Libertadores da América, mas ainda á muito que concertar principalmente no setor de criação e no ataque, ontem o São Paulo teve 25 oportunidades de chutes a gol e só chegou perto de marcar em 5, o que não pode voltar a acontecer em um campeonato como a Libertadores. 
Agora o São Paulo completa o grupo 1 junto do Atual campeão River Plate da Argentina, o The Strongest da Bolivia e o Trujillanos da Venezuela.

 

 Mais detalhes

 

São Paulo:  Denis; Bruno, Lucão, Rodrigo Caio e Mena (Carlinhos); Hudson, Thiago Mendes, Centurión (Wesley), Ganso e Michel Bastos; Calleri

CÉSAR VALLEJO: Libman; Requena, Cardoza, Riojas e Guizasola; Ciucci, Quinteros (Vidales), Morales (Rossel), Millan e Hohberg; Montes (Chavez)

Árbitro: Cristian Ferreyra; assistentes: Nicolas Tarrán e Richard Trinidad (todos do Uruguai)

Local: Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), Data: Quarta- Feira 10 de fevereiro de 2016. 
Publico: 32.567.

Por Jéssica Nogueira Gonçalves