São Paulo vai a Bahia cumprir tabela no Brasileirão e lutar para ficar longe do Z-4!

Depois da vergonhosa eliminação na Copa do Brasil, é hora do Tricolor se recompor para encarar o Vitória neste domingo (25), às 16h00 (de Brasília), no Barradão. O foco agora é o Brasileirão, única competição que resta para o time em 2016 e vencer mais esse confronto direto é a única opção para fugir da parte de baixo da tabela.

Sem tempo para treinar!

O restrospecto como visitante não é bom para o São Paulo, no Campeonato Brasileiro o time só venceu fora de casa Botafogo e Cruzeiro por 0x1 e Santa Cruz por 1x2.

Ricardo Gomes praticamente não teve tempo para treinar, a diretoria são-paulina decidiu ir de Caxias do Sul direto para a Bahia e o vôo fez escala em Campinas onde o atacante Robson encontrou com o grupo.

Caso kelvin não tenha condições de entrar jogando, Robson (à esquerda) será seu substituto.

FOTO: Rubens Chiri

A única dúvida é se Kelvin entrará jogando. O atacante, que já havia sentido um leve desconforto no joelho no treino que antecedeu o jogo em Caxias, deixou o campo de maca e precisou de ajuda pra descer as escadas para o vestiário, porém viajou com a equipe.

No único treino em solo baiano na manhã deste sábado (24), o treinador tricolor deu pistas do time que deve ir a campo: Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Kelvin (Robson) e Cueva; Chavez

Os donos da casa

Ao contrário do São Paulo, o Vitória não entrou em campo no meio da semana, já que a última partida foi no domingo (18), quando perdeu em casa para o Botafogo (0x1).

Vitoria treina pesado para enfrentar o SPFC.

FOTO: Francisco Galvão/Divulgação/EC Vitória

O técnico recém-contratado Argel Fucks não fez mistério sobre o time que vai a campo e a única alteração em relação à última partida, é a saída do zagueiro Vinicius para o retorno de Kanu, que voltou de suspensão. A provável escalação fica com: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas; Kieza, Marinho e Zé Love.

Assim como o clube do Morumbi, os rubro-negros lutam para não entrar na zona de rebaixamento, mas a situação dos baianos é ainda mais complicada, o time tem 29 pontos, um a mais que o Figueirense, primeiro no Z-4.

Arbitragem

O jogo será apitado pelo alagoano Francisco Carlos do Nascimento e seus auxiliares e conterrâneos Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Pedro Jorge Santos de Araújo.

Somos todos palhaços!

A situação do São Paulo não tem como ser mais ridícula, um clube que conquistou o mundo três vezes, que venceu por três anos SEGUIDOS este mesmo Campeonato Brasileiro, um clube que tem o maior centro de formação de jogadores do país, tendo como único objetivo ficar longe da zona rebaixamento? Não dá para acreditar, não dá para aceitar!

Ouvir um treinador que nunca foi campeão de nada dizer que o time evoluiu depois de ser eliminado por um Juventude, time de série C, é meio bizarro, para não falar outra coisa.

A sensação que o torcedor do São Paulo tem é a de ser palhaço. Vamos completar 4 anos do último título e ainda somos obrigados a ver jogador achando ruim quando quem realmente ama o clube resolve protestar, não vamos aceitar.

Respeito é bom e a camisa do São Paulo agradece!

#TimeGrandeNãoCai

 

Por Jéssica Nogueira

Curta Blog Mulheres em Campo