São Paulo vai a Lá Paz encarar mais uma final, e dessa vez não pode nem pensar em perder!

 

 

Precisando apenas de um ponto para chegar as oitavas de final da copa libertadores da América, o Tricolor Paulista encara o The Strongest na altitude da Bolívia.

 

Nesta quinta-feira (21), ás ‪21h45‬(horário de Brasília) São Paulo e The Strongest voltam a se enfrentar na Libertadores. Na primeira rodada da competição quando os times se encontram no Pacaembu (onde o tricolor mandava seus jogos), foi o visitante quem comemorou, o time conseguiu arrancar três prontos importantes do São Paulo, três pontos estes que fazem a maior falta agora. E na ultima rodada da fase de grupos com o mando de campo dos bolivianos no estádio Hernando Siles esperamos que novamente seja o visitante quem saia com sorriso no rosto!

 

Os preparativos para o jogo foram encerrados na manhã de quarta-feira (20), os jogadores treinaram marcação forte e toque de bola no meio-campo, a escalação não foi definida e Patón já disse que só decidira os 11 titulares momentos antes do jogo, porém Denis com certeza entra no gol, Bruno e Mena estão garantidos nas laterais, com Lugano machucado já se sabe que Maicon volta ao seu lugar de titular, Rodrigo Caio completa a defesa, a vaga que era de João Schimdt também machucado ficou com Thiago Mendes, Wesley foi utilizado durante todo treinamento e provavelmente o treinador não abrira mão dele, Hudson titular absoluta completa a formação com três volantes, a maior duvida é entre o trio Michel Bastos, Paulo Henrique Ganso e Kelvin, dos três só dois podem iniciar o jogo como titular, na frente Calleri é mais do que confirmado.

 

A comissão técnica são-paulina optou por viajar na quarta-feira (20) a tarde para Santa Cruz de La Sierra no momento do embarque a surpresa foi o  zagueiro Diego Lugano apesar de fora do jogo devido a uma lesão muscular, ele viajou junto ao elenco para dar força aos companheiros,

 

Foto: Lugano de Marcelo Machado de Mello

 

Isso para mim é uma coisa normal. Sou um profissional e, em qualquer time em que joguei, estive junto dos meus companheiros nas viagens. Principalmente em momentos decisivos. Para mim é o mais normal. Eu pelo menos vejo isso como algo muito normal” declarou o atleta que tem sido fundamental mesmo fora de campo.

Somente horas antes do jogo o time vai a La Paz, que fica a 3,600m  de altitude, o que segundo o Maicon não pode ser usado como desculpa.

 

O zagueiro que nunca atuou na Bolívia falou sobre o assunto "Perguntei para alguns atletas, uns falaram que jogaram bem, outros que tiveram problema. Vou tentar me preparar da melhor maneira, até para a altitude não ser desculpa. Vamos entrar focados, até o empate nos classifica e não vamos colocar desculpa na altitude, vamos procurar fazer nosso papel. Tenho certeza de que na hora do jogo vamos estar preparados"


 

O The Strongest tem 7 pontos um a menos que o time do Morumbi, ou seja para eles somente a vitória faz com que o time avance as oitavas, na ultima semana uma noticia surpreendeu, o Tigre Boliviano trocou seu treinador as vésperas desta que é uma das partidas mais esperadas do ano. A demissão de Mauricio Soria é um tanto que curiosa já que o time “vai bem” no campeonato Boliviano (vice-líder) e disputa com o São Paulo diretamente a classificação para a fase seguinte da libertadores, mesmo depois das derrotas por 6x0 contra o River Plate e por 2x1 contra o eliminado Trujillanos. Acredita-se que o real motivo da saída do treinador sejam os problemas internos tanto com jogadores como com dirigentes, mas a diretoria do clube não se pronunciou oficialmente.

O novo treinador César Farías (Ex Cerro Porteño), se apresentou, conheceu e elenco e vai à beira do gramado contra o Tricolor.

 

Foto: foto do tecnico do strongest retirada do site www.taringa.net

 

O técnico não deve mexer muito na escalação que já vinha sendo utilizada e deve montar o time com: Vaca; Cabrera, Maldonado, Fernando Marteli e Diego Bejarano; Veizaga, Torres, Escobar e Ramalho; Neumann e Alonso.

Os jogadores do time boliviano não aceitaram muito bem uma declaração de Jonathan Calleri, o atacante disse que não gostaria de enfrentar o Boca Junior (time do coração do atleta) na próxima fase da Libertadores, para os atletas do The Strongest Calleri desrespeito o time ao já se colocar na próxima fase. O jogador Maldonado disse ao jornal Pagina Sieta “ Bom nós faremos tudo que for possível para que eles não se cruzem na próxima fase... Nada nos desviará do objetivo de arrancar a cabeça do São Paulo”

O jogo parece que vai ser realmente quem é a Arbitragem responsável por acalmar os ânimos na partida será do Chileno Roberto Tobar, e os auxiliares seus compatriotas Francisco Mondría e Raúl Orellana.

 

Ninguém tem duvida que na Libertadores cada jogo seja uma final, e está será mais um final antecipada para o conturbado São Paulo de 2016, não da para esquecer daquele 17 de fevereiro contra este mesmo adversário quando achávamos que o jogo já estava ganho e perdemos, não da para esquecer que com Patón sobe nosso comando ainda não vencemos nenhuma partida fora de casa, não dá para esquecer também que quando precisou o time foi gigante, tudo isso serve para que os jogadores do tricolor entrem em campo sabendo da grandeza do escudo que representam, mas também com humildade e sem deixar que o clima de “só o empate basta" os domine. O time tem que entrar com a raça e a mesma disposição da partida em que saiu vitorioso contra o River Plate da Argentina no Morumbi no último dia 13, o São Paulo É GIGANTE e disso ninguém duvida, mas esse elenco precisa começar a enfrentar todo jogo como fosse o último.Precisa jogar com raça seja na primeira ou na última rodada, contra qualquer time e em qualquer situação, fazendo isso ninguém domina esse time.

 

Somos O Gigante e #JuntosSomosMaisForte!

 

Foto do time comemorando  Ricardo Matsukawa


por, Jéssica Nogueira Gonçalves.