SAUDADE DAQUILO QUE A GENTE AINDA NÃO VIVEU: VITÓRIAS FORA DE CASA


Foto: Mourão Panda (Globo Esporte)

Não foi dessa vez. De novo. Como queria, essa colunista que vos escreve, começar esse texto com a notícia de que o Alviverde enfim venceu fora de casa. Mas cá estamos novamente, tentando descrever um pouco da frustração de ver alguns lances com gols “feitos” perdidos. Voltamos com um ponto (importante, sim). Mas poderíamos ter voltado com três... Poderíamos...


O JOGO:

A partida começou como esperado: o América precisava da vitória a todo custo. Último colocado com apenas um ponto até então, e muito pressionado por sua torcida, a equipe do técnico Maurício Barbieri buscou o seu jogo, mas pecava nas finalizações e erros de passe. O Coxa queria aproveitar os erros do adversário para poder surpreender, e o Coelho tentava se concentrar na marcação, principalmente dos jogadores com velocidade Patrick Brey e Rafinha, além de tentar anular o matador Rodrigão. Aos poucos, o Coritiba foi dando espaços, já que não conseguia avançar com precisão, visto o fraco desempenho do meia Giovanni no primeiro tempo. O Coelho tentava algumas finalizações, principalmente dos pés de Neto Berola (ex-atacante do Coxa) e Felipe Azevedo. Até que uma delas acabou sendo fatal: Felipe chutou de fora da área, a bola bateu na trave, mas acabou indo para dentro do gol, abrindo o placar no Estádio Independência:  1x0 para os donos da casa.

No intervalo, o técnico Umberto Louzer fez duas alterações: Juan Alano entrou no lugar de João Vitor, enquanto Wellinton Junior substituiu Willian Matheus, deslocando Brey para a lateral esquerda. As alterações deram resultado e o Coxa voltou melhor para a segunda etapa. Aos 14 minutos, Giovanni (que melhorou seu rendimento), bateu de fora da área, mas a bola encontrou a trave e foi para fora. Aos 19, em cobrança de escanteio de Juan Alano, Rodrigão (sempre ele) cabeceou para o gol, sem chances para o goleiro Thiago, empatando o jogo.


Após cobrança de escanteio, Rodrigão cabeceia e empata para o Coxa.

O atacante é o artilheiro da série B com 6 gols marcados. (Foto: divulgação Coritiba)

As equipes não queriam o empate e continuaram indo para cima. O América tentou novamente com Felipe Azevedo e quase fez, em um chute de fora da área aos 30 minutos, mas o goleiro Wilson fez uma grande defesa. Pelo lado do Coritiba, duas chances claras de gol: aos 34, Wellinton Junior carregou a bola para a pequena área e finalizou para fora, e aos 47, o mesmo Wellinton Junior recebeu a bola de Brey na pequena área, mas desperdiçou a chance de virar a partida. Lances que fizeram o empate se tornar ainda mais amargo para o Verdão.

Após o empate e a finalização da sexta rodada da série B, o Coritiba assume a sexta colocação com 9 pontos, enquanto o América continua na última colocação, agora com 2 pontos. O próximo compromisso do Coxa é o clássico Paratiba, no estádio Couto Pereira, no próximo sábado (8). A expectativa é que seja mais um jogo com casa cheia e uma bela festa da torcida alviverde.


FICHA TÉCNICA DA PARTIDA:

América-MG x Coritiba

Placar: 1x1

Gols: Felipe Azevedo (América) e Rodrigão (Coritiba).

Local: Estádio Independência

Cidade: Belo Horizonte -Mg

Data: 03/06/2019

Horário: 20h00

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus

América: Thiago, Leandro Silva, Ricardo Silva, Paulão e João Paulo; Luiz Fernando, Juninho (Mateusinho), Willian Maranhão (Christian) e Felipe Azevedo; Neto Berola (Rafael Bilu) e Jonatas Belusso.

Técnico: Maurício Barbieri.

Coritiba: Wilson, Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e Willian Matheus (Wellinton Júnior); João Vitor (Juan Alano), Giovanni (Luiz Henrique) e Matheus Sales; Patrick Brey, Rafinha e Rodrigão.

Técnico: Umberto Louzer.

Cartões Amarelos: Christian e Luiz Fernando (América); João Vitor, Matheus Sales, Juan Alano e Giovanni (Coritiba).


Por Viviane Mendes