Se cada cartão amarelo valesse três pontos...

(Foto: Ricardo Duarte)

O time colorado é o líder isolado do Brasileirão depois da vitória desta quarta-feira (01/06). O jogo contou com gol polêmico de Vitinho, mas o time novamente demonstrou capacidade para passar por grandes equipes. Apesar de pouco futebol e muitos cartões, o Internacional sai com a vitória, tendo como visitante o ex jogador colorado Nilmar, que deu sorte para o time.

O Internacional começou o jogo com uma leve pressão dos paranaenses. Tivemos chute cruzado, placar quase aberto e bola na trave do gol colorado. Mesmo com a reação do Internacional e consequentemente a vitória, a equipe arriscou apostando nos contra-ataques.

Os jogadores do Inter que receberam cartão amarelo foram: Paulão, Anselmo, Fernando Bob, Andrigo e Alex.

Vitinho, o nome do gol, não marcava há quase dois meses. E o Atlético-PR permanece na zona do rebaixamento.

O treinador Argel comparou o Brasileirão com o Gauchão, a declarar:

"É só olhar o Campeonato Gaúcho. Jogamos assim. Só mudou o logotipo. Os adversários vêm fechados, da mesma forma que veio o Atlético-PR. É normal jogar dentro de casa com o outro time fechadinho, buscando o contra-ataque. O Atlético-PR teve chances para abrir o marcador, não fez. Nós tivemos as nossas e fizemos. Tecnicamente, não foi um jogo bom."

Sabendo que ainda haverá oscilações durante o campeonato, o Internacional irá buscar equilíbrio e firmeza na equipe. Embora as estatísticas sejam favoráveis e haja alguns recordes quebrados, o técnico colorado opta por manter a cautela. Em suas entrevistas claramente admite a satisfação em liderar o Campeonato Brasileiro, porém, mantém o pensamento de afastar o favoritismo pelo título.

Quanto a nós torcedores, temos que admitir que nossa ansiedade e coração já pulsam por um título de Brasileirão novamente.

Nesta quinta-feira (02/06), o papel do torcedor colorado será “secar” o rival Grêmio para encerrar a 5ª rodada com o primeiro lugar isolado.

No domingo (05/06), o destino do Gigante da Beira-Rio é Salvador, onde enfrenta o Vitória às 16h.

Luana Tirado